Rádio Observador

Espanha

Vox já é o quinto partido nas intenções de voto espanholas

358

Destacou-se nas eleições andaluzas e agora está a marcar as sondagens para as eleições no Parlamento nacional. As sondagens já apontam para 16 ou mais deputados eleitos.

Santiago Abascal representa o Vox, um partido que é contra o aborto, contra o casamento homossexual, que quer construir um muro para impedir a entrada de migrantes e defende o fim da lei da violência de género

CRISTINA QUICLER/AFP/Getty Images

Se as eleições espanholas acontecessem hoje, o Vox — partido político de extrema-direita que se destacou nas eleições de Andaluzia –, conseguiria eleger 16 deputados, segundo uma sondagem da SocioMétrica divulgada pelo el Español. Ou 19 deputados se considerarmos a sondagem da GAD3 para o jornal espanhol ABC. Tornava-se desta forma a quinta força política atrás de PP, PSOE, Podemos e Ciudadanos.

Ainda assim, se o Vox chegasse ao Parlamento nacional não teria o mesmo impacto que pode vir a ter na Andaluzia, segundo a sondagem SocioMétrica. É que, a nível nacional, os deputados que ganharia o Vox, de Santiago Abascal, são mais ou menos aqueles que perde o Partido Popular, de Pablo Casado. Já na Andaluzia, se o PP, o Ciudadanos e o Vox chegarem a um acordo podem ganhar o lugar de Susana Díaz, do PSOE.

Para Pedro Sánchez, a subida do Vox não significa necessariamente um problema, pelo menos não maior do que a dificuldade que teve para formar governo. Mesmo perdendo votos, PSOE, Unidos Podemos, ERC, PDeCAT, PNVe EH-Bildu continuariam a eleger o mesmo número de deputados. Falta saber se os partidos independentistas — ERC, PDeCAT e PNV — continuariam a apoiar o líder socialista numas próximas eleições.

Se as sondagens de dezembro permitiram ao Vox ter 16 (ou 19) lugares no Parlamento espanhol, os resultados depois das eleições na Andaluzia, no início do mês, davam ainda uma expectativa melhor. Se fossem transpostos para o plano nacional, a percentagem de votos na Andaluzia, permitiria chegar aos 25 deputados.

A escalada do partido de Santiago Abascal é vista como uma coisa negativa pela maioria dos espanhóis (52,3%), mas quase um quarto dos eleitores, que participaram na sondagem da Sigma Dos para a emissora espanhola Antena 3 Noticias, assume este crescimento como uma coisa positiva. Esta visão é mais partilha por homens e mais comum entre eleitores mais novos.

Surpreendente é a forma como como os eleitores ligados ao Ciudadanos vê a chegada do Vox: 44,8% considera uma boa notícia e 41,4% considera uma má notícia, revela também a sondagem da Sigma Dos. O Ciudadanos acolheu alguns dos eleitores desagradados com o PP, que agora podem estar de saída para o Vox.

Não queremos ser todos iguais, pois não?

Maio de 2014, nasceu o Observador. Junho de 2019, nasceu a Rádio Observador.

Há cinco anos poucos acreditavam que era possível criar um novo jornal de qualidade em Portugal, ainda por cima só online. Foi possível. Agora chegou a vez da rádio, de novo construída em moldes que rompem com as rotinas e os hábitos estabelecidos.

Nestes anos o caminho do Observador foi feito sem compromissos. Nunca sacrificámos a procura do máximo rigor no nosso jornalismo, tal como nunca abdicámos de uma feroz independência, sem concessões. Ao mesmo tempo não fomos na onda – o Observador quis ser diferente dos outros órgãos de informação, porque não queremos ser todos iguais, nem pensar todos da mesma maneira, pois não?

Fizemos este caminho passo a passo, contando com os nossos leitores, que todos os meses são mais. E, desde há pouco mais de um ano, com os leitores que são também nossos assinantes. Cada novo passo que damos depende deles, pelo que não temos outra forma de o dizer – se é leitor do Observador, se gosta do Observador, se sente falta do Observador, se acha que o Observador é necessário para que mais ar fresco circule no espaço público da nossa democracia, então dê o pequeno passo de fazer uma assinatura.

Não custa nada – ou custa muito pouco. É só escolher a modalidade de assinaturas Premium que mais lhe convier.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: vnovais@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)