Espanha

Cardiff cancela estágio em Espanha em consequência da morte de Sala

O treinador do clube explicou que os jogadores precisam de tempo para "refletir" após a confirmação da morte de Emiliano Sala: "Depois de tudo o que se passou, prefiro abraçar os meus filhos".

O corpo foi resgatado na quarta-feira passada do avião privado que caiu em 21 de janeiro no Canal da Mancha quando seguia para Cardiff

FACUNDO ARRIZABALAGA/EPA

O Cardiff cancelou um estágio de quatro dias nas Ilhas Canárias, em Espanha, em consequência da confirmação da morte do avançado argentino Emiliano Sala, revelou esta segunda-feira o treinador da equipa do campeonato inglês de futebol.

Depois de tudo o que se passou, prefiro abraçar os meus filhos e ver a minha mulher, porque foram duas semanas muito longas”, explicou Neil Warnock, revelando que os jogadores da equipa galesa, que tinha acabado de contratar Sala ao Nantes, precisam de tempo para “refletir”.

O corpo resgatado na quarta-feira passada do avião privado que caiu em 21 de janeiro no Canal da Mancha, quando seguia de Nantes para Cardiff, onde o jogador era esperado para treinar no novo clube, foi identificado como sendo o do avançado, de 28 anos.

Sala, que iniciou a carreira nos portugueses do FC Crato, tinha acabado de assinar um contrato por três anos e meio com o Cardiff, atual 16.º classificado do campeonato inglês, a mais cara transferência feita pelo clube galês, no valor 17 milhões de euros.

    Se tiver uma história que queira partilhar ou informações que considere importantes sobre abusos sexuais na Igreja em Portugal, pode contactar o Observador de várias formas — com a certeza de que garantiremos o seu anonimato, se assim o pretender:

  1. Pode preencher este formulário;
  2. Pode enviar-nos um email para abusos@observador.pt ou, pessoalmente, para Sónia Simões (ssimoes@observador.pt) ou para João Francisco Gomes (jfgomes@observador.pt);
  3. Pode contactar-nos através do WhatsApp para o número 913 513 883;
  4. Ou pode ligar-nos pelo mesmo número: 913 513 883.
Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Moçambique

A extradição de Chang e o futuro da Frelimo

Manuel Matola

Apesar da complexidade do caso e da gravidade das acusações contra Manuel Chang, uma eventual extradição para Moçambique garantiria de que o processo-crime que corre em Maputo teria uma morte natural.

Governo

A famiglia não se escolhe? /premium

Alberto Gonçalves
248

Se ainda não se restringiu o executivo aos parentes consanguíneos ou afins do dr. Costa, eventualidade que defenderia com empenho, a verdade é que se realizaram amplos progressos na área do nepotismo

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)