A$AP Rocky foi esta quarta-feira considerado culpado por agredir um homem em Estocolmo, avança o The Washington Post.

O artista, cujo verdadeiro nome é Rakim Mayers, foi condenado a pena suspensa e a pagar uma indemnização à vítima. Os tribunais suecos consideraram ainda provado que não agiu em legítima defesa. A$AP Rocky e outras duas pessoas acusadas juntamente com ele tinham sido libertados a 2 de agosto, da prisão onde estava detido desde o início de julho.

O rapper começou a ser investigado pelas autoridades suecas depois de ter circulado na internet um vídeo em que aparece numa altercação física com um alegado morador local, sendo visto a atirá-lo para o chão no meio da rua.

Na altura, a detenção causou polémica, indignando não apenas os seus fãs mas também celebridades do mundo do entretenimento e da política norte-americana, incluindo o Presidente Donald Trump.

O cantor e rapper teve de cancelar concertos e declarou-se inocente, alegando ter agido apenas em sua defesa.