A Polícia Judiciária (PJ) anunciou esta quinta-feira que deteve o homem que terá raptado, mantido em cativeiro e agredido Margarida Simões, a portuguesa de 25 anos que esteve desaparecida durante três dias em Barcelona.

Em comunicado oficial, a PJ explica que os factos ocorreram entre 19 e 21 de agosto. O homem de 30 anos foi até Barcelona e obrigou a ex-namorada a regressar a Portugal, onde as agressões violentas continuaram.

O detido “será presente a primeiro interrogatório judicial para a aplicação da medida de coação tida por conveniente” pelo Tribunal de Instrução Criminal do Seixal, adianta a nota da polícia.

A detenção ocorreu através da Unidade Nacional Contra Terrorismo e com a colaboração das Autoridades espanholas e da Polícia de Segurança Pública.