A coordenadora bloquista, Catarina Martins, está empatada com o primeiro-ministro e secretário-geral do PS, António Costa, num ranking de avaliação dos portugueses aos líderes partidários, realizado pela Aximage para o Jornal Económico.

Tanto António Costa como Catarina Martins melhoraram face à sondagem anterior, de novembro. Mas foi a líder do Bloco de Esquerda quem mais subiu: passou de 10,2 para 11,7 (numa escala de 0 a 20). Já António Costa, que antes ocupava sozinho o primeiro lugar, subiu de 11,4 para 11,7.

É um outro ex-parceiro de geringonça, Jerónimo de Sousa, que se segue. O secretário-geral do PCP teve uma subida expressiva, de uns negativos 9,7 valores para 11,3. Está à frente do parceiro de coligação da CDU, José Luís Ferreira, dos Verdes, que surge pela primeira vez no ranking (com 10,1 valores). Já com nota negativa, é André Silva, do PAN, quem vem logo de seguida, com 9,6 pontos, registando a subida mais significativa da sondagem (sobe 1,7 pontos para 9,6 valores). Fica mesmo à frente de Rui Rio, que é quem mais perde (desce 0,4 valores para 9,5).

Assunção Cristas, líder demissionária do CDS-PP, já não consta na lista. Por outro lado, aparecem os deputados únicos eleitos nas últimas legislativas. Destes, o que tem melhor nota é João Cotrim de Figueiredo, da Iniciativa Liberal (com 9 valores, mais 0,9 do que em novembro). Segue-se André Ventura, que permanece com 8,9. No fundo da tabela está Joacine Katar-Moreira, que esteve envolvida numa polémica dentro do Livre devido a uma abstenção sobre a Palestina. Perde 0,2 valores face a dezembro e tem agora uma avaliação de 6,1.

Um dos resultados mais peculiares da sondagem é que, para os eleitores da CDU, o melhor líder é António Costa (com 16,1 valores), um pouco à frente do líder comunista, Jerónimo de Sousa (que tem 15,1 valores).