O selecionador de Portugal, Fernando Santos, descartou esta terça-feira qualquer motivo de preocupação, depois de o futebolista José Fonte ter acusado positivo à Covid-19, e garantiu que a comitiva lusa cumpriu o protocolo.

“Para mim, não há preocupação. O comunicado da Federação Portuguesa de Futebol [FPF] esclarece bem o assunto. Não tenho conhecimentos para poder falar de questões de saúde, o meu curso é de engenharia e não medicina, mas cumprimos todos os protocolos. O que acontece é que o José Fonte já saiu do estágio, todos os outros jogadores testaram negativo e estão em condições de ir a jogo“, afirmou Fernando Santos. O selecionador nacional falava aos jornalistas no Estádio José Alvalade, em Lisboa, na conferência de imprensa de antevisão do particular de quarta-feira com a Espanha.

Fonte foi dispensado da seleção portuguesa, devido a um teste positivo à Covid-19, tendo sido substituído por Domingos Duarte, tinha anunciado antes o organismo federativo. “O internacional português José Fonte testou positivo para Covid-19 e foi dispensado da seleção nacional. Os restantes jogadores, bem como equipa técnica e staff, testaram negativo na despistagem do SARS-Cov-2 e estão à disposição de Fernando Santos”, informou a FPF no sítio oficial na Internet.

Com a saída do defesa do Lille, o selecionador Fernando Santos chamou Domingos Duarte, do Granada, naquela que é a segunda alteração à convocatória, já após a troca de Mário Rui, impedido de sair de Itália devido aos casos de Covid-19 no plantel do Nápoles, por Nuno Sequeira, do Sporting de Braga.

Os campeões europeus defrontam na quarta-feira a Espanha, em jogo particular no Estádio José Alvalade, em Lisboa, visitando depois a França (em 11 de outubro) e recebendo a Suécia (em 14), novamente no recinto do Sporting, em jogos a contar para a Liga das Nações.

O Portugal-Espanha está agendado para as 19h45 e terá arbitragem do italiano Paolo Valeri.