Quem tem um animal de estimação sabe que estes são companheiros fiéis, sempre dispostos a mostrar o quanto gostam de pertencer à família. Mas, embora esta vantagem já seja para muitos de nós motivo mais do que suficiente para juntar um amigo de quatro patas à família, saiba que ter um animal de estimação leva-nos a fazer mais exercício físico, a passar mais tempo ao ar livre e até a socializar mais. Às crianças, ajuda-as a serem mais responsáveis e a adquirir competências essenciais para a vida adulta. A melhor forma de retribuir é mesmo dando aos nossos cães ou gatos todos os cuidados que merecem. Aqui, o Seguro Casa da Tranquilidade pode ser um grande aliado, pois oferece uma proteção adicional caso tenha animais domésticos, não só relativamente a terceiros como ao próprio animal. Contamos-lhe tudo mais detalhadamente. Depois disto, vai ser difícil arranjar motivos para não juntar um animal de estimação à família.

1. Menos idas ao médico

Ter um animal de estimação traz inúmeros benefícios para a nossa saúde. Quer provas? Estudos demonstraram que quem tem um cão recorre menos frequentemente a cuidados médicos em comparação com pessoas que não têm animais em casa. Além disso, podem ter também uma espécie de efeito analgésico: doentes com dor crónica, como os que sofrem de enxaquecas ou artrite, referem que ter um animal de estimação os ajuda a lidar melhor com a dor. Também as defesas do nosso organismo — isto é, o sistema imunitário — têm a ganhar quando dividimos casa com um cão ou gato. Isto porque os animais de estimação passam geralmente muito tempo ao ar livre, trazendo para a nossa casa vários tipos de sujidade e micróbios. O que, ao contrário do que possa parecer à primeira vista, não é necessariamente mau. O contacto com estes microrganismos pode ajudar a melhorar a nossa imunidade contra constipações e outras doenças mais ligeiras. Estudos demonstraram ainda que bebés que vivem com cães tendem a ter menos infeções e são geralmente mais saudáveis face a crianças que não os têm.

2. Boa forma o ano inteiro

Muitos animais de estimação têm energia para dar e vender. Seja o cão que adora os longos passeios diários pelo parque e o jogo do “busca” ou o gato que só quer brincadeira. E se o exercício físico é importante para os animais, também o é para nós. Para quem tende a ceder à tentação da preguiça, ter um animal de estimação pode ajudar a adotar um estilo de vida mais ativo. Por outro lado, se as caminhadas ou corridas já são um hábito, poderá passar a fazê-las com companhia. Podem até ser excelentes guarda-costas e dar-nos maior sensação de segurança quando fazemos este tipo de atividades sozinhos.

3. A melhor companhia em todas as horas

Se passa muito tempo sozinho — quer porque vive sozinho, está a cumprir o distanciamento social ou a passar por um momento menos bom da sua vida, como uma perda ou um problema de saúde —, o amor incondicional de um cão ou gato pode ser a solução perfeita para combater a solidão. Não só os animais de estimação nos fazem uma receção calorosa sempre que chegamos a casa — e assim ainda sabe melhor, não é verdade? —, como estão sempre prontos para uma sessão de brincadeira ou para se enroscarem no sofá. A vantagem extra? Pode desabafar ou contar-lhes tudo sobre o seu dia sem que se fartem de o ouvir.

4. Ajudam-nos a fazer (mais) amigos

E se um animal de estimação é a nossa melhor companhia, fique a saber que nos pode também ajudar a fazer novos amigos. São poucas as pessoas que não adoram gatos ou cães, e este pode ser um bom tema para quebrar o gelo. Quantas vezes não acontece dois cães aproximarem-se no parque e, como resultado, os seus donos trocarem dois dedos de conversa sobre os truques que cada um sabe ou sobre o temperamento dos seus amigos de quatro patas? Esta vantagem é especialmente importante para quem é mais tímido ou tem dificuldade em fazer a chamada conversa de circunstância. Posto isto, ter um animal de estimação é uma ótima forma de conhecer pessoas novas e criar laços. Quase como uma rede social.

5. Níveis de stress mais baixos

Muitos de nós levamos um estilo de vida que convida ao stress: temos sempre mil e uma coisas para fazer e andamos numa correria para fechar todas as tarefas. E quando não conseguimos cumprir todos os itens da nossa to do list? Stress extra! Elevados níveis de stress e ansiedade podem favorecer o aparecimento de diversos problemas de saúde. Felizmente, um animal de estimação pode ajudar-nos a relaxar. O simples ato de lhe dar umas festinhas, uma sessão de brincadeira ou um passeio pelo parque pode fazer milagres e ajudar-nos a acalmar, pois favorece o aumento dos nossos níveis de serotonina e dopamina (neurotransmissores associados ao prazer). Um estudo da Washington State University demostrou que os estudantes que deram festas a um animal durante apenas 10 minutos registaram níveis significativamente mais baixos de cortisol (a hormona do stress). Além disso, outros trabalhos científicos demonstraram que os donos de animais de estimação tendem a ter menores níveis de pressão arterial, colesterol e triglicéridos comparativamente a pessoas que não têm animais de estimação. De um modo muito resumido, ter um companheiro de quatro patas pode reduzir a probabilidade de ter um enfarte (ou ataque cardíaco) mais tarde.

6. Ensinam o significado de sentido de responsabilidade aos mais pequenos

“Podemos ter um cão/gato?”. Que pai nunca ouviu este pedido dos seus filhos? São poucas as crianças que não adoram animais, e juntar um cão ou gato à família pode ajudar o seu filho a aprender competências muito importantes para a sua vida adulta. Além das capacidades mais específicas de ter um animal de estimação — escová-lo, limpar a caixa de areia, ensinar truques, alimentá-lo —, pode ajudar a criança a desenvolver empatia e um maior sentido de responsabilidade. Afinal, estão encarregues do bem-estar de outro ser.

Um seguro que cuida de toda a casa (cães e gatos incluídos)

A melhor forma de retribuir todos estes benefícios passa por dar ao nosso animal de estimação — que é também um membro da família— uma vida feliz e saudável, com cuidados de saúde, alimentação, amor e carinho necessários. Nesse sentido, o Seguro Casa da Tranquilidade vem mesmo a calhar. Não só protege a casa e o seu recheio, como também os seus animais de estimação, que são a sua companhia e vivem lá consigo. Uma das inúmeras vantagens deste seguro passa pela assistência a animais domésticos. Acrescentando o módulo Animais Domésticos, além da cobertura de responsabilidade civil cães e gatos, irá usufruir da cobertura de saúde animal, que inclui até ao limite de 300€ para o pagamento de despesas médicas, de farmácia e de hospitalização decorrente de um acidente ou doença súbita do seu cão e gato. Uma ajuda muito bem-vinda, tendo em consideração que as despesas de veterinário podem ser bastantes elevadas. Agora esse deixou de ser motivo para não ter um cão ou um gato!

Saiba mais em
https://observador.pt/seccao/observador-lab/poupe-quando-proteger/