Cristiano Ronaldo recorreu às redes sociais para desejar força à Juventus, que joga na quarta-feira diante do Barcelona, e disse que o teste de despiste ao novo coronavírus “é uma treta”, um dia depois de ter novamente acusado positivo.

Na fotografia o capitão da seleção nacional aparece sorridente e acrescenta na descrição da publicação que se sente “bem e saudável”. Mas foi nos comentários que deixou uma mensagem sobre os testes de diagnóstico à Covid-19 com recurso a zaragatoa: “Os testes PCR são uma treta”, escreveu esta quarta-feira o avançado português no Instagram. Mais tarde, Cristiano Ronaldo apagou o comentário.

“O teste PCR é uma treta”, escreveu Ronaldo nos comentários da sua publicação no Instagram

Ronaldo testou positivo pela primeira vez a 13 de outubro, antes do duelo da Liga das Nações contra a Suécia. No dia seguinte, rumou a Turim, na Itália, num avião-ambulância privado para cumprir o isolamento obrigatório. O jogador da Juventus está assintomático, mas soma já 18 testes positivos.

O internacional português está a ser investigado pela Procuradoria de Turim por ter violado o protocolo da Covid-19 por viajar de Itália para Portugal para jogar pela seleção nacional. “Ronaldo não respeitou o protocolo e há uma investigação para o provar”, disse o ministro do Desporto italiano, Vincenzo Spadafora, à televisão italiana RAI, no domingo.

As viagens entre Portugal e Itália foram criticadas pelo ministro que acusou o jogador de violar o protocolo duas vezes: a primeira quando rompeu a “bolha” da Juventus e se juntou à Seleção Nacional, em Lisboa, e a segunda quando regressou a Itália já infetado pelo novo coronavírus.

Face às acusações, Ronaldo esclareceu nas redes sociais que não quebrou qualquer regra. “É simplesmente mentira dizer que não cumpri com protocolos. Fiz tudo autorizado”, disse na altura.

Ronaldo: “É simplesmente mentira dizer que não cumpri com protocolos. Fiz tudo autorizado”

No entanto, perante o esclarecimento, Spadafora acusou-o de mentir e de ser “arrogante e desrespeitoso”. Mais tarde, o ministro italiano retomou o assunto afirmando que os “grandes campeões sentem-se sempre acima dos outros”.

Covid-19. Ministro do Desporto italiano volta a criticar Ronaldo por achar “estar acima dos outros”