816kWh poupados
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica.
Saiba mais

Marta Santos Vieira

Convidado

Artigos publicados

Igualdade de Género

Igualdade de género, a miragem do desenvolvimento

Se não fosse necessário impor quotas de género, por que razão o legislador o teria determinado? Se queremos ter mulheres em cargos de decisão, este é o mecanismo eficaz.
Internet

A campanha eleitoral, internet e redes sociais

O marketing digital político tornou-se o rei das campanhas eleitorais. Nas redes tudo flui muito rapidamente pelo que é preciso estar atento aos riscos associados.
Emigração

Emigração, problema que ninguém quer ver

A elevada emigração cruzada com outros problemas demográficos como a baixa natalidade e o aumento da esperança média de vida coloca Portugal diante de uma tragédia.
Ano Novo

Mensagem de Ano Novo incentiva o voto popular

Todos os portugueses têm a obrigação de ler os sinais e de perceber como é incomensurável a responsabilidade que lhes cabe.
Governo

A nova marca da República Portuguesa

Não se compreende que por um lado se defenda uma nova marca da República Portuguesa e por outro lado se afirme que ela não precisa de representar a bandeira. Entendamo-nos!
Orçamento do Estado

Orçamento do Estado que dá e torna a tirar

Este é mais um OE do Governo socialista sem visão e sem estratégica. É avassalador verificar como a vertente económica é inexistente neste documento basilar do Estado.
JMJ 2023

Papa Francisco, um líder seguido por milhões 

Numa sociedade em falência, onde milhares de jovens, adultos e idosos vivem o desencanto, os discursos do Papa Francisco são calorosos, apelam à coragem dos mais novos e ao amor por todas as pessoas.
Educação

A Educação, os indicadores e as provas eletrónicas

O facto de tudo acontecer num enquadramento tecnológico não significa que seja a tecnologia que vai fazer mudança. O que faz a mudança é sabermos exatamente o que queremos para a Escola.
Terceira Idade

Idadismo, barreira cultural

Vivemos mais, mas somos impedidos pelo Estado de continuar. Não queremos parar a nossa atividade, mas a paragem é-nos imposta. O nosso cérebro está operacional, mas dizem-nos que a hora é de abrandar.
Jovens

O futuro das novas gerações

Os jovens são mais desprendidos materialmente que a geração dos seus pais, mas profissionalmente valorizam coisas até então nunca ponderadas, como a flexibilidade de horário e o trabalho remoto.
Metro de Lisboa

Linha Circular, a má opção que tem preço alto

Este sistema é ineficiente, estimulará o uso do transporte individual na área metropolitana. Os transtornos das atuais obras da Linha Circular no Campo Grande são apenas a ponta do icebergue.
Direitos das Mulheres

Portugal onde as desigualdades são mais desiguais

Muito há ainda a fazer em prol da igualdade salarial, sobretudo se pensarmos que ainda se continua a associar às mulheres a exclusividade das responsabilidades decorrentes da maternidade.
Demografia

Portugal, um país envelhecido que continua à esper

Quando se confirmarem as projeções de perda de população em Portugal, muitas regiões podem mesmo ficar desertas. Este é o resultado daquilo a que já assistimos em termos de movimentos migratórios.
Arrendamento

“Mais Habitação” ou onde vamos parar?

O Primeiro-Ministro, António Costa, pretende responder a um problema crónico gravíssimo, como é a falta de casas no mercado de arrendamento, servindo-se daquilo de que não é dono.
Crédito à Habitação

Taxa de juro do crédito habitação e PPR's

A possibilidade de resgate total dos PPR’s, apesar de ser uma boa medida, traz uma preocupação adicional. A sua utilização (ainda que por motivo atendível) pode comprometer uma velhice condigna.
Nova Zelândia

Jacinda Arden, a mulher que dá o exemplo ao mundo

Esta mulher vem corroborar a minha profunda convicção de que na política não são todos iguais. E ainda bem. Jacinda Ardern tem um estilo e uma liderança que devia servir de modelo.
Governo

Descredibilização ou crise da democracia?

O “vetting” em Portugal deveria ser o suporte para qualquer escolha que venha a ser feita ao nível do aparelho de Estado, seja ministro, secretário de Estado ou qualquer outro titular de cargo público
Lucros

Costa, Robin dos Bosques: uma mão lava a outra

Como vem sendo habitual atacam-se as grandes empresas, sob o pretexto aberrante de terem lucros! Quase fazendo crer que é suposto darem prejuízo, abrirem insolvência e despedirem funcionários.
Subsídios

Prestação extraordinária. Porque é Natal

As famílias precisam de apoio efetivo, que se pode traduzir na redução dos impostos. António Costa prefere, porque é mais fácil e proveitoso, ir ao saco das contribuições e fazer distribuições ad-hoc.
Banco de Portugal

Costa versus Costa: quem não quer ser lobo não lhe

Com a ‘lei do abafa’ o Dr. António Costa ganha o tempo necessário para daqui a uma ou duas semanas já se poder tratar com “normalidade” o que não é normal, como sempre acontece.

Ofereça este artigo a um amigo

Enquanto assinante, tem para partilhar este mês.

A enviar artigo...

Artigo oferecido com sucesso

Ainda tem para partilhar este mês.

O seu amigo vai receber, nos próximos minutos, um e-mail com uma ligação para ler este artigo gratuitamente.

Ofereça artigos por mês ao ser assinante do Observador

Partilhe os seus artigos preferidos com os seus amigos.
Quem recebe só precisa de iniciar a sessão na conta Observador e poderá ler o artigo, mesmo que não seja assinante.

Este artigo foi-lhe oferecido pelo nosso assinante . Assine o Observador hoje, e tenha acesso ilimitado a todo o nosso conteúdo. Veja aqui as suas opções.

Atingiu o limite de artigos que pode oferecer

Já ofereceu artigos este mês.
A partir de 1 de poderá oferecer mais artigos aos seus amigos.

Aconteceu um erro

Por favor tente mais tarde.

Atenção

Para ler este artigo grátis, registe-se gratuitamente no Observador com o mesmo email com o qual recebeu esta oferta.

Caso já tenha uma conta, faça login aqui.

Vivemos tempos interessantes e importantes

Se 1% dos nossos leitores assinasse o Observador, conseguiríamos aumentar ainda mais o nosso investimento no escrutínio dos poderes públicos e na capacidade de explicarmos todas as crises – as nacionais e as internacionais. Hoje como nunca é essencial apoiar o jornalismo independente para estar bem informado. Torne-se assinante a partir de 0,18€/ dia.

Ver planos