Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Cinco pessoas foram detidas pelas autoridades nepalesas por suspeitas de terem sacrificado uma criança de 10 anos na aldeia de Kudiya, no sul do Nepal, refere o Guardian. O rapaz estava desaparecido há três dias.

O corpo da criança foi encontrado pelas autoridades na sexta-feira em Kudiya, uma aldeia no distrito de Nawalparasi, na fronteira com a Índia, confirmou ao Guardian Nal Prasad Upadhyaya, da polícia nepalesa. A garganta tinha sido cortada.

De acordo com o Kathmandu Post, um homem terá confessado o crime dizendo que terá matado a criança para “afastar espíritos maus” do corpo do filho, que estava doente. O autor do crime terá seguido o conselho de um xamã local.

Ainda segundo o jornal nepalês, o homem terá atraído a criança para um local isolado com a ajuda de alguns vizinhos, prometendo-lhe bolos e uma moeda de 50 cêntimos norte-americanos. A criança terá sido morta durante um ritual religioso. Os cinco detidos serão agora acusados de homicídio.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR