A Casa Fernando Pessoa, em Lisboa, comemora esta sexta-feira 25 anos, no mesmo dia em que, há 83 anos, o poeta que lhe dá nome morreu. Para assinalar a data, o organismo vai apresentar um espetáculo criado “especialmente para a ocasião”. “Inventar os Seus Amigos”, uma criação do ator e encenador Miguel Loureiro, vai reunir em palco Fernando Pessoa, Alberto Caeiro, Ricardo Reis e Álvaro de Campos e percorrer “a heteronímia e os escritos esotéricos”.

“Este recital para heterónimos, piano e luzes LED é, na sua aparente simplicidade, um complexo jogo de espelhos entre figuras e seres reais que atravessam Pessoa quer pela heteronímia, quer pela evocação, quer pela influência ou ainda pela homenagem… Uma janela abre outra e outra e poderíamos passar de Omar Caiam para Aleister Crowley num fechar de olhos, como um sistema de cumplicidades reais ou imaginárias, ecos, insinuações”, referiu Miguel Loureiro, citado em comunicado.

(© Vitorino Coragem)

O espetáculo — onde se irá dialogar “com os Pessoas que inventámos, para estar convosco, num jogo xadrez, num labirinto” — conta com um elenco composto pelos atores Adriana Aboim, Álvaro Correia, Gonçalo Ferreira de Almeida e Miguel Loureiro. O desenho de luz é de Daniel Worm e ao piano vai estar Inês Laginha.

“Inventar os Seus Amigos”, que encerra também os Dias do Desassossego, uma iniciativa anual da Casa Fernando Pessoa e da Fundação José Saramago, será apresentado esta sexta e sábado, pelas 18h30, na casa da Rua Coelho da Rocha onde Pessoa passou os últimos anos de vida. O bilhete custa 8 euros.