Rádio Observador

Papa Francisco

Papa aplaude encontro histórico entre Trump e Kim Jong-un

Líder da Igreja Católica disse que se tratou de um "bom exemplo da cultura do encontro". Reunião foi histórica porque Trump se tornou o primeiro presidente americano a pisar solo norte-coreano.

ANGELO CARCONI/EPA

O Papa Francisco aplaudiu este domingo a inesperada reunião entre o Presidente norte-americano, Donald Trump, e o líder norte-coreano, Kim Jong-un, e assegurou que foi “um bom exemplo da cultura do encontro”.

“Nas últimas horas temos assistido na Coreia [do Norte] a um bom exemplo da cultura do encontro. Saúdo os protagonistas com a oração e que este gesto significativo constitua um passo mais no caminho da paz não só na Península (coreana) mas também a favor do mundo inteiro”, disse Francisco, depois da tradicional oração do Ângelus na Praça de São Pedro, no Vaticano.

Apesar de não ter citado Trump ou Kim Jong-un, o Papa Francisco referia-se à reunião entre os presidentes dos Estados Unidos e da Coreia do Norte, que aconteceu esta manhã na zona desmilitarizada na fronteira entre as Coreias e que serviu para reativar as conversações sobre desnuclearização, interrompidas desde fevereiro. O encontro foi histórico porque Trump deu uns passos em território norte-coreano, tornando-se no primeiro presidente dos Estados Unidos a fazê-lo.

Na mensagem de hoje, o Papa argentino, que no mês de julho diminuiu a sua atividade e suspendeu as audiências gerais de quarta-feira, desejou também que “todos os trabalhadores possam ter também durante o verão um período de repouso que os beneficie e às suas famílias”.

Francisco também se referiu à onda de calor que atinge quase toda a Europa, assegurando que reza por todos aqueles “que nestes dias sofreram mais as consequências do calor, como os doentes, os anciãos e os que trabalham ao ar livre nas obras”, e pediu para que nestes dias “ninguém se sinta abandonado ou explorado”.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Jesus Cristo

Santos da casa também fazem milagres! /premium

P. Gonçalo Portocarrero de Almada
233

Todas as casas reais peninsulares descendem do profeta Maomé. Há uns séculos, este parentesco era muito indesejável mas ainda poderá ser de grande utilidade, se a Europa for ocupada pelo Islão.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)