Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

A empresa Moderna, que está a desenvolver uma vacina contra a Covid-19, diz estar pronta para enviar os pedidos de autorização de uso excecional aos reguladores norte-americano e europeu. Das 11 pessoas que tomaram a vacina mRNA-1273 e que se confirmou terem Covid-19, nenhuma desenvolveu doença grave, revela a empresa em comunicado.

Segundo os dados agora divulgados, que ainda não foram publicados numa revista científica (nem revistos por investigadores independentes), a vacina apresenta uma eficácia de 94,1% e continua a mostrar-se segura nos vários grupos etários.

Explicamos-lhe ponto por ponto que novidades apresentou a Moderna esta segunda-feira.

94,1% de eficácia. Qual a diferença para o anúncio de há duas semanas?

Este artigo é exclusivo para os nossos assinantes: assine agora e beneficie de leitura ilimitada e outras vantagens. Caso já seja assinante inicie aqui a sua sessão. Se pensa que esta mensagem está em erro, contacte o nosso apoio a cliente.