O combate eleitoral interno do PS traz um micro-confronto dentro com especial ironia neste tempo político. No dia em que os militantes escolherem entre os três candidatos, terão também de escolher qual das listas de delegados ao congresso e na secção de Campo de Ourique há dois nomes que saltam à vista em listas concorrentes: Pedro Costa, apoiante de Pedro Nuno Santos e filho de António Costa, e António Rebelo de Sousa, que apoia José Luís Carneiro e é irmão de Marcelo Rebelo de Sousa. A escolha de Carneiro deixa “perplexo” o apoiante de Pedro Nuno que, em declarações ao Observador, atira ao adversário, num Costa contra Rebelo de Sousa que decorre à margem do outro, entre Presidente e primeiro-ministro, que já vai quente.

Pedro Costa, presidente da Junta de Freguesia de Campo de Ourique, encabeça a lista de delegados ao congresso de Pedro Nuno Santos naquela secção. Já António Rebelo de Sousa vai num lugar mais abaixo na lista de delegados afetos a Carneiro: é o último suplente. O irmão de Marcelo Rebelo de Sousa entrou nesta campanha interna do PS como apoiante de Carneiro e no dia em que António Costa atacou a decisão presidencial de dissolver a Assembleia da República.

Durante a reunião da Comissão Nacional do PS, o primeiro-ministro disse que “devia ter havido bom senso de não desencadear esta crise política”. Em resposta, em declarações à TSF, António Rebelo de Sousa atirou a Costa: “O que eu acho falta de bom senso é às vezes manterem-se certas pessoas no Governo quando elas já estão, de alguma forma, descredibilizadas junto da opinião pública e há um sentimento geral de que elas não devem continuar”. Não disse nomes, mas insistiu que “isso é que é falta de bom senso, sobretudo quando isto depois acaba por estar na origem de tudo aquilo que pode haver de pior em termos de evolução dos cenários políticos na vida política portuguesa”.

Este artigo é exclusivo para os nossos assinantes: assine agora e beneficie de leitura ilimitada e outras vantagens. Caso já seja assinante inicie aqui a sua sessão. Se pensa que esta mensagem está em erro, contacte o nosso apoio a cliente.