Taco a taco com Espanha, a seleção belga é aquela que apresenta na Rússia o leque de maior qualidade individual. 11 jogadores (12 com Batshuayi, que é do Chelsea e está emprestado ao Dortmund) atuam atualmente na Premier League, aquele que é considerado o campeonato mais competitivo do mundo. A Bélgica é uma autêntica constelação de estrelas e é unânime enquanto seleção candidata ao título em todas as antevisões.

A principal incerteza é ainda Vincent Kompany, o veterano central do Manchester City que se lesionou durante o particular com Portugal e continua em dúvida para o Mundial. Caso a lesão na virilha se torne impossível de recuperar a tempo de integrar a comitiva, Laurent Ciman, do Los Angeles FC, será o substituto.

Com uma estratégia vincadamente assente na posse de bola, a Bélgica tem em De Bruyne e Hazard os principais playmakers. Na frente de ataque, Lukaku e Mertens serão os dois homens com fome de golo. O clima de tensão na seleção belga será a principal dificuldade: a relação entre selecionador e jogadores não é pacífica e isso ficou provado em novembro, quando De Bruyne criticou publicamente a tática de Roberto Martínez depois do empate a três golos com o México.

A Bélgica irá certamente lutar pelo primeiro lugar com a Inglaterra, num grupo onde Panamá e Tunísia são os elos mais fracos.

Courtois; Alderweireld, Vermaelen, Vertonghen; Meunier, Fellaini, Witsel, Ferreira-Carrasco; De Bruyne, Hazard e Lukaku.

Roberto Martínez (espanhol)

Eden Hazard (Chelsea)

https://www.youtube.com/watch?v=r2PtLBxPKcg

Convocados

Guarda-redes: Thibaut Courtois (Chelsea), Simon Mignolet (Liverpool) e Koen Casteels (Wolfsburgo);

Defesas: Toby Alderweireld (Tottenham), Dedryck Boyata (Celtic), Leander Dendoncker (Anderlecht), Vincent Kompany (Manchester City), Thomas Meunier (PSG), Thomas Vermaelen (Barcelona) e Jan Vertonghen (Tottenham);

Médios: Kevin De Bruyne (Manchester City), Mousa Dembélé (Tottenham), Marouane Fellaini (Manchester United), Youri Tielemans (Mónaco), Axel Witsel ( Tianjin Quanjian) e Nacer Chadli (West Bromwich Albion);

Avançados: Michy Batshuayi (Chelsea/Borussia Dortmund), Yannick Ferreira-Carrasco (Dalian Yifang), Eden Hazard (Chelsea), Thorgan Hazard (Borussia Mönchengladbach), Adnan Januzaj (Real Sociedad), Romelu Lukaku (Manchester United) e Dries Mertens (Nápoles).

Ranking FIFA: 3.º

Presenças em fases finais: 12

Última participação: 2014

Melhor resultado: 4.º lugar em 1986

Antevisão: “Acho que somos uma equipa muito boa com bola, que podemos olhar qualquer adversário diretamente nos olhos e que eles nos temem. Defensivamente, acho que temos de estar mais juntos, mais compactos. Isso é a coisa mais importante em que temos de trabalhar. Mas se olharmos para os últimos dois anos, houve uma evolução”, Roberto Martínez, à World Soccer.