O discurso

Discurso inaugural de Joe Biden após a tomada de posse

Juiz Roberts, vice-presidente Harris, speaker Pelosi, líder Schumer, líder McConnell, vice-presidente Pence, distintos convidados, meus caros americanos.

A primeira linha do discurso, com os habituais cumprimentos formais, sublinhou a grande ausência do dia: Donald Trump. Durante todo o discurso, Joe Biden iria criticar a forma como se fez política nos EUA nos últimos quatro anos e assegurar que está apostado em romper com a era Trump — sem nunca dizer o nome do antecessor (tal como Trump tinha recusado dizer o nome de Biden no seu discurso de despedida).

Hoje é o dia da América. Hoje é o dia da democracia. Um dia de história e de esperança. De determinação e de resiliência. Durante as provações dos tempos, a América foi testada uma e outra vez — e esteve à altura do desafio. Hoje, celebramos o triunfo, não de um candidato, mas de uma causa, a causa da democracia. A vontade do povo foi ouvida e a vontade do povo foi atendida.

Este artigo é exclusivo para os nossos assinantes: assine agora e beneficie de leitura ilimitada e outras vantagens. Caso já seja assinante inicie aqui a sua sessão. Se pensa que esta mensagem está em erro, contacte o nosso apoio a cliente.