Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Bem sei que ainda é quarta-feira, mas creio poder garantir, com confiança, quais os dois factos mais marcantes da semana. O primeiro, infelizmente muito pouco original, é que Israel anda à bulha com o Hamas. O segundo, em contrapartida de todo imprevisto, é que, desta vez, a culpa não foi do ministro Eduardo Cabrita. Quer dizer, acho que não foi. Agora que penso nisso, será que, além do armamento roubado de Tancos encontrado a mais na Chamusca, não houve material de guerra português adicional a reaparecer na Faixa de Gaza? Hum…

Eu gostava de acreditar que não, mas as palavras de António Costa a propósito do conflito entre Israel e o Hamas não me deixaram mais descansado. Disse o Primeiro-Ministro:

Este artigo é exclusivo para os nossos assinantes: assine agora e beneficie de leitura ilimitada e outras vantagens. Caso já seja assinante inicie aqui a sua sessão. Se pensa que esta mensagem está em erro, contacte o nosso apoio a cliente.