459kWh poupados com o Logótipo da MEO Energia Logótipo da MEO Energia
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica.
Saiba mais

Logótipo da MEO Energia

Adere à Fibra do MEO com a máxima velocidade desde 29.99/mês aqui.

Maria João Avillez

Colunista

Iniciei a minha actividade profissional ainda estudante, com 17 anos, na RTP, no “Programa Juvenil” e desde  então não mais parei de fazer jornalismo. Fui redactora principal do Expresso, trabalhei no Público e colaborei em diversos meios de comunicação -  do Diário Noticias à revista Sábado, da TSF à Rádio Renascença, da RTP à SIC Noticias. Coube-me a autoria e a apresentação de  centenas de programas semanais  - radiofónicos e televisivos - de debate político ou grandes entrevistas. Em 1982 ganhei o Prémio EFE de Jornalismo, com “Sá Carneiro – o Ultimo Retrato”. Entre 1987 e 1989 trabalhei como assessora no Gabinete do então Ministro da Educação, engenheiro Roberto Carneiro. Tenho dez livros publicados entre os quais se contam as biografias de Sá Carneiro e Mário Soares; um volume sobre Álvaro Cunhal e um longo diálogo com Vítor Gaspar, para além de dois livros de entrevistas e de duas obras dedicados ao trabalho desenvolvido pela Fundação Gulbenkian no espaço geográfico onde se fala português.

Artigos publicados

Política

Anima (ou a responsabilidade da memória)

Às vezes penso que podia sentar-me numa cadeira e começar a contar o 25 de Abril desde o início. Privilégio maior: podia contá-lo da primeira fila, vi tudo, deitei fora algumas coisas, retive imensas.
Catolicismo

Pertença

Percebeu que era Deus que o substituíria nesse combate entre o mundo e o que transcende o mundo.Acontece aos escolhidos. João Seabra foi escolhido de entre muitos dos chamados.
Política

Hegemonia e propaganda

Idade, memória, termos de comparação desaguam nestas minhas percepções. No caso, na de uma hegemonia socialista e não de uma mexicanização. Exagero? Não, caro leitor. Confusão? Também não.
Diretas PSD

Melhor partido da alternativa, maior da oposição?

O eleito do PSD só abrirá um novíssimo ciclo político no centro e na direita se adubar cada ramo da grandíssima árvore reformista que o país precisa de ver crescer.
Forças Armadas

Os militares

Nenhum país se respeita ou ganha respeito se não respeitar os seus militares, nenhuma pátria digna desse nome os pode menorizar assim. Há que ter alguma atenção a isto.
Diretas PSD

O PSD

Nada os aproxima mas ambos têm a coragem da sua própria solidão. Liderar um partido “em baixa”, sem parlamento e durante anos, será obra. Mas também é isso que enobrece a politica.
Política

Memória passada (II)

Não sei que mais espante: se tais coisas poderem ocorrer, se a espantosa impunidade com que ocorrem. Se começa assim a nova era socialista, imagine-se daqui em diante.
Política

Memória passada (I)

Não foi só o autoritário Sócrates que abusou no PS. Como tal, como não pode louvar a maioria absoluta socialista, Costa dispara sobre a de Cavaco Silva. Confrangedoramente.
Política

Por cá

E por cá? Por cá parece que nada se passa, mas quando se destapar a politica portuguesa que encontraremos por detrás trás da obscuridade silenciosa do ultimo mês?
Política

Memória

Um Executivo parcimonioso no verbo quanto a guerra, mas lesto no gesto: que “construção mental” presidiu à “engenharia” da fabricação do AUTOvoucher, por exemplo? Santo Deus.
Guerra na Ucrânia

Sem título

O verdadeiro pesadelo chegou sob a forma de outro virus chamado guerra. Letal mas anunciado: a Covid aterrara sem pré aviso mas Putin auto-sinaliza-se desde há anos.
Guerra na Ucrânia

Novos ventos, outros tempos

Na análise de Putin, a Ucrânia é uma “ficção”. O argumento despedaçou-se: ao defender-se assim, a Ucrânia demonstrou o contrário. Só se defende assim o que é muito nosso.
Crónica

Outras coisas? Sim, outras

À hora a que escrevo (quarta-feira) Putin aceita até um “diálogo honesto” para “resolver problemas pela via diplomática”. Pela via... quê? Uma prova de longa duração para o Ocidente. Tensa e intensa.
Marcelo Rebelo de Sousa

Marcelo e o Presidente da República

Será politicamente interessante ver como interpretará a sua indiscutível necessidade de mudar: o estilo, o gesto, o verbo. Deixar de ser Marcelo e passar a ser Presidente.Já não há muito tempo.
Legislativas 2022

Ninguém quis provar o queijo-tipo-serra

É indispensável que António Costa além da maioria absoluta tenha a prioridade absoluta da Economia. Após seis anos a fazer equilibrismo politico-ideológico, o país reclama-lhe Economia (com maíscula).
Legislativas 2022

Notas finais

Se houver conservadores ou democratas cristãos que queiram permanecê-lo contra os ventos do tempo, só têm um porto seguro onde se acolher: o CDS.
Legislativas 2022

O repetente

É preciso mais para acabar com a contaminação geral do país pelo PS. Ignoro quem seja capaz desse “mais” mesmo que já se respire outro “ar” nestas eleições. Ao menos isso.
Legislativas 2022

O maratonista

De Sá Carneiro a Passos Coelho é a primeira vez que o líder do PSD elege o “centro” como lugar fixo, que não é o mesmo que lugar reservado porque pode já lá estar Costa. Um caso a seguir absolutamente
Legislativas 2022

O cúmulo da imprevisibilidade

Ou se torna Portugal prioritário na “agenda” eleitoral ou não se torna. Não há outro critério para avaliar da bondade de um projecto politico nacional.
Ciência

Outros Natais (2)

Naquele almoço sobre o mar o que se apreciou foi a invulgar colaboração entre a iniciativa de um cidadão comum e a ciência portuguesa.
A página está a demorar muito tempo.

Ofereça este artigo a um amigo

Enquanto assinante, tem para partilhar este mês.

A enviar artigo...

Artigo oferecido com sucesso

Ainda tem para partilhar este mês.

O seu amigo vai receber, nos próximos minutos, um e-mail com uma ligação para ler este artigo gratuitamente.

Ofereça artigos por mês ao ser assinante do Observador

Partilhe os seus artigos preferidos com os seus amigos.
Quem recebe só precisa de iniciar a sessão na conta Observador e poderá ler o artigo, mesmo que não seja assinante.

Este artigo foi-lhe oferecido pelo nosso assinante . Assine o Observador hoje, e tenha acesso ilimitado a todo o nosso conteúdo. Veja aqui as suas opções.

Atingiu o limite de artigos que pode oferecer

Já ofereceu artigos este mês.
A partir de 1 de poderá oferecer mais artigos aos seus amigos.

Aconteceu um erro

Por favor tente mais tarde.

Atenção

Este artigo só pode ser lido por um utilizador registado com o mesmo endereço de email que recebeu esta oferta.
Para conseguir ler o artigo inicie sessão com o endereço de email correto.