Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Chegámos a Julho e é alta a probabilidade de encontrar filas de trânsito para chegar aos locais mais procurados para passar férias. Ou seja, entre chegar e não chegar, um livro vai dar-lhe jeito. E quando estiver finalmente a descansar do mundo em geral e do seu em particular, aí então um livro vai transformar-se no seu melhor amigo, daqueles que até lhe dão respostas sem que tenha sequer de lhe fazer as perguntas. E uma preciosidade assim é de estimar.

Entre jornalistas do Observador e habituais colaboradores, juntamos escolhas que vão do romance à biografia, da ficção à poesia, do clássico reeditado à novidade absoluta, dos autores consagrados aos menos populares, da capa mais colorida à outra quase sem cores, dos livros com letras maiores, outras mais pequenas, uns mais longos, outros que aguentam pouco mais que uma bola de Berlim. É como quiser, nada mais simples. Veja as nossas propostas e faça a sua escolha.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR