Rádio Observador

Vaticano

Papa Francisco e Putin debateram situação na Venezuela, Síria e Ucrânia

O Papa recebeu o Presidente russo com um sorriso e um aperto de mão. Ambos afirmam que reunião reforçou relações bilaterais. Encontro durou uma hora e o Papa pediu a Putin que rezasse por ele.

Tratou-se do terceiro encontro entre Putin e o Papa Francisco. O primeiro foi em 2013 e o mais recente tinha sido em 2015

ALEXEI DRUZHININ / SPUTNIK / KREMLIN POOL/EPA

O Papa Francisco e o Presidente russo, Vladimir Putin, debateram esta quinta-feira a situação na Venezuela, Síria e Ucrânia, durante um encontro de quase uma hora no Vaticano, segundo a Santa Sé.

Num breve comunicado, o Vaticano considerou o encontro “cordial” e expressou a sua satisfação com o desenvolvimento das relações bilaterais.

O Papa Francisco e Putin também abordaram “questões relevantes para a vida” da Igreja Católica na Rússia, país com maioria ortodoxa, assim como “a questão ecológica” e temas internacionais, “com especial referência à Síria, Ucrânia e Venezuela”, embora sem adiantar detalhes.

O Presidente russo entrou na Sala del Tronetto do Palácio Apostólico, depois das 14h15 (13h15 em Lisboa), onde o Papa Francisco o recebeu com um sorriso e um aperto de mão e dirigiram-se para a biblioteca onde decorreu a reunião privada, após a tradicional troca de prendas.

Após a apresentação da delegação e as fotos oficiais, ambos foram até a saída da biblioteca e o Papa agradeceu-lhe a visita e pediu-lhe que rezasse por ele. Também Vladimir Putin agradeceu a Francisco pelo tempo dedicado e pela conversa “substancial e interessante”.

Este foi o terceiro encontro entre Putin e o Papa Francisco, depois das audiências em 25 de novembro de 2013 e, mais recentemente, em 10 de julho de 2015, quando o Presidente russo transmitiu ao pontífice a necessidade de procurar a paz na Ucrânia.

Putin também se reuniu com o secretário de Estado do Vaticano, Pietro Parolin, e com o secretário para as Relações com os Estados, Paul Richard Gallagher.

Durante a tarde, o Presidente russo reunir-se-á com o seu homólogo italiano, Sergio Mattarella, e com o primeiro-ministro Giuseppe Conte, e participará ainda num jantar com os dois vice-presidentes do governo italiano, Matteo Salvini e Luigi di Maio.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)