Guarda Nacional Republicana (GNR) anunciou a primeira recuperação de um militar infetado com covid-19, que vai regressar ao serviço já este sábado. A GNR refere em comunicado que se congratula “pelo facto de ter registado a primeira recuperação de um militar infetado com o novo coronavírus”.

“Depois de ter testado positivo no passado dia 23 de março, o militar, permanentemente acompanhado pelo Centro Clínico da GNR, teve uma evolução clínica muito favorável, tendo efetuado já dois testes negativos, encontrando-se, por isso, pronto para o serviço, o que acontecerá já no dia de amanhã”, acrescenta.

Segundo o comunicado da GNR, nesta data, a instituição regista um total de 36 militares infetados, encontrando-se ainda 105 em isolamento e 126 em quarentena.

O Centro Clínico da GNR, em linha com as orientações da Direção-Geral da Saúde, “garante o atendimento presencial ou por meios digitais a todos os militares da Guarda, de forma a garantir, a todo o tempo, a máxima capacidade de resposta operacional”, conclui.