Laurinda Alves

Artigos publicados

Comentários Publicados

  • Quarta-feira, Dezembro 2, 2015As barrigas têm coração

    Muito bom, Miguel. Partilhei no meu fb.

  • Terça-feira, Março 31, 2015Forever young

    Muitos parabéns, Afonso! Pelo dia de hoje, pelos 25 anos, pelos textos agora aqui no nosso Obs. Que pinta!

  • Sexta-feira, Outubro 24, 2014O dilema da igreja católica

    Caro Rui Ramos, Espero que não me leve a mal acrescentar um parágrafo ou dois que me ocorreram ao ler mais um dos seus excelentes artigos (e assumo a minha condição de fã dos seus escritos, mas também dos escritos de outros autores e pares deste mesmo jornal) sobre o todo e as partes na Igreja dos nossos dias, cuja contemporaneidade está marcada pela certeza de que caminhamos para uma Igreja cada vez mais composta de grupos e comunidades de base, pequenas 'células' ou núcleos que fazem toda a diferença na evolução e manutenção da fé cristã. Uma Igreja em que as pessoas partilham entre si as suas experiências de fé, em que se sentem livres para rezar juntas ou sozinhas, dentro e fora dos templos, em que são capazes de descobrir Deus uns nos outros e em que procuram afinar os seus critérios para um maior discernimento do dia a dia, numa busca constante da vontade de Deus para a sua vida quotidiana. Cada vez mais estas 'células', estes núcleos orientados por padres, mas também por leigos preparados serão necessários para manter viva a fé cristã. Sem 'desfazer' na hierarquia e muito menos no Papa - seja este Papa Francisco, adorado e até idolatrado por crentes, mas também amado ou respeitado por não crentes, ou sejam outros que o antecederam ou irão suceder - a força da Igreja está cada vez mais assente na força dos pequenos grupos. Ou seja, na competência dos leigos e não apenas na competência dos padres, dos bispos ou, insisto, dos Papas. E pronto, era esta a minha deriva. Não sei se faz sentido ou não para si, mas depois de ler o que escreveu senti vontade de acrescentar isto, pois é a realidade que vivo e experimento no meu dia a dia.

Só mais um passo

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

E tenha acesso a

  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site