785kWh poupados
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica.
Saiba mais

Fernando Leal da Costa

Fernando Leal da Costa

Convidado

Artigos publicados

Ministério da Saúde

Os ministros

Experiência do setor, em especial de SNS, a nova ministra tem pouca. Mas também não é isso que conta. Há quem tenha sido ministro sem nunca ter trabalhado no SNS e se tenha desembaraçado muito bem.
Novo Governo

Vitória?

No dia em que escrevo, 25 de março, não faço a mínima ideia de quem será o próximo ministro da saúde. O dr. Montenegro certamente terá já o seu “escolhido(a)” e os dois saberão ao que vão. Deseja-se.
Ministério da Saúde

Grandes Esperanças (3ª Parte)

O problema é encontrar quem esteja disposto a abdicar do conforto, família e do que fizer com sucesso e satisfação. Estão a pensar numa segunda versão de Paulo Macedo? Não creio que esteja disponível.
Serviço Nacional de Saúde

Grandes Esperanças (2ª Parte)

Avançam-se medidas que pretendem solucionar o agora provavelmente sem o fôlego necessário para conseguir remedeio, com pensos mitigadores de problemas que recorrerão no imediato ou passado pouco tempo
Serviço Nacional de Saúde

Grandes Esperanças (1ª Parte)

Alguns bons indicadores, como sejam os referentes à longevidade ou a internamentos evitáveis, ou os de incidência e prevalência de algumas doenças, não medem satisfação. A população está insatisfeita.
Presidente Marcelo

Autópsia Política da Saúde, Parte VI: As Gémeas

É indispensável que as pessoas confiem nos médicos, no seu poder de decisão e que estes sejam guardiães da sustentabilidade do SNS. E temos de garantir que o tratamento adequado chega a quem necessita
Serviço Nacional de Saúde

Vinte ilusões e mitos sobre o SNS

De tanto assumir que o erro é a verdade, o governante “delira” no mundo em que se fecha, acreditando nas falsidades que vai repetindo, acabando um dia a “alucinar” vacas que voam.
Médicos

Negociações

Neste imbróglio o Estado faz finca pé de regimes horários obrigatórios em vez de tentar encontrar um valor pecuniário realista e compensador para a unidade de trabalho médico, ainda que medido à hora.
Serviço Nacional de Saúde

Autópsia Política da Saúde - Parte Vb

Temo que a criação de uma Direção Executiva e a passagem intempestiva de toda a estrutura administrativa do SNS para Unidades Locais de Saúde não sejam capazes de resolver tudo o que nos faz falta.
JMJ 2023

O retorno

Por mais que isso queira ser contrariado por alguns espíritos pensadores, o conjunto de ideais que pode unir os povos de génese europeia, mesmo que estejam em continentes diferentes, é o Cristianismo.
Médicos

Autópsia Política da Saúde - Parte Va

Sei o que é negociar com médicos sob as rigorosíssimas regras da tróika, mas foi possível encontrar um acordo temporário que cumpriria ao Governo seguinte aprofundar. Não o fizeram e persistem no erro
António Costa

A “Máquina”

Não defendo, como alguns, a ideia de um insulto ser justificado por insulto anterior. Nada disso. O meu ponto é que usar “racismo” como forma de não aceitar a crítica é falsear o que está em causa.
Tabaco

O elogio

O anunciado são medidas no sentido certo. A sustentabilidade do sistema de saúde depende da promoção da saúde e prevenção da doença. Devemos assumir, como outros já fizeram, uma meta de tabagismo zero
Centros de Saúde

Tribos

Há um enorme trabalho a resolver na definição do que deve ser a atribuição de papéis, na governação clínica dos cuidados de saúde primários e nos objetivos que se pretendem atingir com as USF.
Serviço Nacional de Saúde

Araújo, o Político

Fernando Araújo teria sido um bom ministro da saúde, e é um bom Diretor Executivo por deixar claro que o seu papel é totalmente desnecessário a não ser para servir de testa de ferro de Manuel Pizarro.
Serviço Nacional de Saúde

Autópsia Política da Saúde - Parte IV

A transformação do cargo de diretor-executivo num cargo político é sublinhar a inutilidade da direção-executiva. Na CNN o diretor-executivo apareceu vestido de político e errou ao tê-lo feito.
Serviço Nacional de Saúde

Autópsia Política da Saúde- Parte III

A Lei de Bases da Saúde é essencialmente uma Lei sobre o SNS que poderia ser bem mais curta, até porque os Estatutos do SNS repetem partes do articulado. Mas valia terem deixado estar como estava.
Serviço Nacional de Saúde

Autópsia política da Saúde. Parte II

As ARS ficam subordinadas em quase tudo ao novo DE, mas ninguém se atreveu a escrever isso no diploma. Logo, vai haver potencial de conflito e a resultante inação por falta de clarificação explícita.
Serviço Nacional de Saúde

O Messias

O governo esforçou-se a dizer que não ficará desresponsabilizado por um diretor do SNS, mas como se elevou um nome à categoria de Messias temo que estejam a construir o altar para a imolação de alguém
Ministério da Saúde

O novo ministro da Saúde

No novíssimo governo de Sua Majestade a ministra da Saúde é vice-primeira ministra, braço direito político da Sra. Truss. Em Portugal, desde que eu me lembro, o ministro da Saúde está a meio da tabela

Ofereça este artigo a um amigo

Enquanto assinante, tem para partilhar este mês.

A enviar artigo...

Artigo oferecido com sucesso

Ainda tem para partilhar este mês.

O seu amigo vai receber, nos próximos minutos, um e-mail com uma ligação para ler este artigo gratuitamente.

Ofereça artigos por mês ao ser assinante do Observador

Partilhe os seus artigos preferidos com os seus amigos.
Quem recebe só precisa de iniciar a sessão na conta Observador e poderá ler o artigo, mesmo que não seja assinante.

Este artigo foi-lhe oferecido pelo nosso assinante . Assine o Observador hoje, e tenha acesso ilimitado a todo o nosso conteúdo. Veja aqui as suas opções.

Atingiu o limite de artigos que pode oferecer

Já ofereceu artigos este mês.
A partir de 1 de poderá oferecer mais artigos aos seus amigos.

Aconteceu um erro

Por favor tente mais tarde.

Atenção

Para ler este artigo grátis, registe-se gratuitamente no Observador com o mesmo email com o qual recebeu esta oferta.

Caso já tenha uma conta, faça login aqui.

Vivemos tempos interessantes e importantes

Se 1% dos nossos leitores assinasse o Observador, conseguiríamos aumentar ainda mais o nosso investimento no escrutínio dos poderes públicos e na capacidade de explicarmos todas as crises – as nacionais e as internacionais. Hoje como nunca é essencial apoiar o jornalismo independente para estar bem informado. Torne-se assinante a partir de 0,18€/ dia.

Ver planos