533kWh poupados com o Logótipo da MEO Energia Logótipo da MEO Energia
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica.
Saiba mais

Logótipo da MEO Energia

Adere à Fibra do MEO com a máxima velocidade desde 32.99/mês aqui.

Nuno Gonçalo Poças

Colunista

Artigos publicados

Pobreza

A terra de ninguém – Parte II

O que se oferece é apenas a criação de debates estéreis, dando mais armas narrativas a quem vive os problemas no dia-a-dia para se julgarem mais divididos pela raça que unidos pela condição social.
Eleições

A terra de ninguém

Os resultados que as elites tomam como «vitórias da democracia contra a barbárie» não significam grande coisa. O retrato da sociedade mantém-se e não tardará a dar novas bofetadas a quem não a entende
PSD

O Chega é incontornável?

Entregue a segundas linhas políticas o PSD não compreendeu que os seus problemas já não se resolvem, como acontecia no passado, com mudanças de líder – o seu problema é estrutural e não conjuntural.
Presidente Marcelo

Exijam ter um Presidente da República

Por uma vez, será tempo de começarmos a discutir que tipo de Presidente queremos, em vez de nos debruçarmos sobre que tipo de candidatos podem aparecer.
Guerra na Ucrânia

Nó de Górdio

A sondagem de Expresso di-lo claramente: é pelos mais pobres que nasce a ideia de que se pode ceder à Rússia. E tal acontece porque dizem que a falta de dinheiro foi exclusivamente provocada por Putin
PSD

O PS pode matar um homem na avenida?

A direita não sabe sequer o que quer. É isso que a leva a cair muitas vezes no ridículo de criticar o Governo por fazer o que ela própria faria, ou fez, em circunstâncias semelhantes.
Emigração

Vem devagar, emigrante

As luminárias que cá ficaram conseguiram pegar num país que podia ter sido outra coisa e tornaram-no aquilo que é há séculos demais. O país precisa que a sua emigração regresse se quiser ser diferente
Estado Social

Quadrilha

Estamos em 2022 e ainda há quem tome por boa esta conversa de coisas gratuitas. Como se não fossem pagas por alguém. Como se necessitar de coisas que o Estado dá fosse melhor que ter condições de vida
Coronavírus

A liberdade e os pais de Torres Vedras

Um pai de Torres Vedras lutou em tribunal contra a prisão domiciliária do filho numa daquelas alturas em que se encarceravam turmas inteiras por causa da Covid. O Tribunal Constitucional deu-lhe razão
Incêndios

Consciência ambiental

Capoulas Santos: «o Governo fez a maior revolução que a floresta conheceu desde os tempos de D. Dinis». Costa 5 anos depois: «temos que reintroduzir riqueza na floresta». Estamos pois no ponto zero.
Congresso do PSD

A última janela de esperança

O PS já nada tem de novo a dar aos portugueses. Se Luís Montenegro falhar na sua oportunidade, provavelmente a última do PSD, talvez a democracia não resista.
Impostos

Derrubar o muro de Adriano

Há em Portugal um muro a derrubar: o que se ergueu à volta das vidas dos Adrianos, um monstro colossal fundado em premissas ideológicas assentes em boas intenções mas que têm resultados ineficazes.
Política

As três missões de uma Aliança Popular

O sucesso de Montenegro será medido pelo capital político que oferecer à direita sociológica rumo a 2026, com os olhos em 2034. Ganhar eleições de pouco serve se não construir nada de novo e relevante
Câmara Municipal Lisboa

E o fascista sou eu?

Isto não é a protecção do ambiente, a melhoria da qualidade de vida das pessoas. Não. O essencial é a ideia de que há alguém que se julga na posição de que sabe o que é melhor para a vida dos outros.
Extrema Esquerda

Aldo Moro 44 anos depois

Ao fim de 44 anos, e bem vistas as coisas, posso arriscar que a esquerda radical dos nossos dias fez o mesmo que Marcello Caetano: a maquilhagem e os métodos suavizaram, mas está lá tudo na mesma.
PSD

O PSD conseguirá perceber o país?

Temo que os partidos a que nos habituámos estejam demasiado viciados, demasiado cheios de estruturas intermédias fechadas nelas mesmas, incapazes de encontrar soluções políticas para problemas reais.
Bloco de Esquerda

Sonso de Esquerda

Sinto falta do tempo em que a extrema-esquerda era honesta, em vez da hipocrisia do manto de sensatez e moderação em que se embrulhou nestes 20 anos. As coisas são mais fáceis quando todos são claros.
Democracia

25 de Abril de 2074

Não vejo outra utilidade nas comemorações que se iniciam agora do que estas: por um lado, promover a análise fria do passado; por outro lado, lançar as bases de um novo grande consenso nacional.
Guerra na Ucrânia

Saudades do futuro

Sei que devo hesitar no optimismo. Desconfio das reacções futuras de muitos europeus relativamente aos seus líderes políticos quando o cenário económico, financeiro e social for aquele que se adivinha
Extrema Direita

Vai ficar tudo bem

Como afirmou Garry Kasparov, as sanções têm um custo grande, mas são necessárias. Eu estou disposto a suportar esse custo, na parte que me toca, em prol da liberdade dos ucranianos.

Ofereça este artigo a um amigo

Enquanto assinante, tem para partilhar este mês.

A enviar artigo...

Artigo oferecido com sucesso

Ainda tem para partilhar este mês.

O seu amigo vai receber, nos próximos minutos, um e-mail com uma ligação para ler este artigo gratuitamente.

Ofereça artigos por mês ao ser assinante do Observador

Partilhe os seus artigos preferidos com os seus amigos.
Quem recebe só precisa de iniciar a sessão na conta Observador e poderá ler o artigo, mesmo que não seja assinante.

Este artigo foi-lhe oferecido pelo nosso assinante . Assine o Observador hoje, e tenha acesso ilimitado a todo o nosso conteúdo. Veja aqui as suas opções.

Atingiu o limite de artigos que pode oferecer

Já ofereceu artigos este mês.
A partir de 1 de poderá oferecer mais artigos aos seus amigos.

Aconteceu um erro

Por favor tente mais tarde.

Atenção

Este artigo só pode ser lido por um utilizador registado com o mesmo endereço de email que recebeu esta oferta.
Para conseguir ler o artigo inicie sessão com o endereço de email correto.