455kWh poupados com o Logótipo da MEO Energia Logótipo da MEO Energia
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica.
Saiba mais

Logótipo da MEO Energia

Adere à Fibra do MEO com a máxima velocidade desde 29.99/mês aqui.

Paulo Tunhas

Colunista

Nasci a 18 de Maio de 1960. Licenciei-me em Filosofia pela Faculdade de Letras da Universidade do Porto e doutorei-me, também em Filosofia, pela École des Hautes Études en Sciences Sociales, Paris. Sou professor no Departamento de Filosofia da Faculdade de Letras da Universidade do Porto e investigador no Instituto de Filosofia da mesma Universidade. Publiquei, entre outros livros, Impasses, seguido de Coisas vistas, coisas ouvidas, em colaboração com Fernando Gil e Danièle Cohn (Europa-América), O Essencial sobre Fernando Gil (Imprensa Nacional/Casa da Moeda), O pensamento e os seus objectos. Maneiras de pensar e sistemas filosóficos (Edições da Universidade do Porto) e As questões que se repetem. Uma breve história da filosofia, em colaboração com Alexandra Abranches (D. Quixote). Na imprensa, colaborei regularmente, entre outros lugares, na revista Atlântico (2005-2008) e no jornal i (2009-2010).

Artigos publicados

Vladimir Putin

Os anões de Putin

Putin tem uma legião de anões mais vasta do que a de Pedro o Grande. Basta pensar em todos os que torcem para que a Rússia ganhe. Quando proclama o seu imorredoiro amor pela paz é isso que o PCP pede.
Presidente Marcelo

Morrer pelos princípios dos outros

Não digo que Marcelo não goste de Portugal – estou certo que gosta – nem que não seja um homem dotado de inteligência e graça – obviamente é. Mas faltam-lhe claramente ideias orientadoras para o país.
PS

Resolver e contornar

Na presumível impossibilidade de uma refutação do artigo e da entrevista de Cavaco, recorre-se ao exercício que consiste em atacar o carácter do autor do texto. O truque é velho como a humanidade.
Política

Maneiras de pensar

Enquanto que, em ciência, a eficácia da simplificação pode ser testada, em política o arbitrário, aureolado pela “ciência”, pode singrar de modo incorrigível e persuadir multidões alegremente incautas
Guerra na Ucrânia

O equívoco e o inequívoco

Os agressores tornam-se vítimas, obrigadas a agir, e as vítimas agressores, disfarçando a sua maléfica causalidade sob as vestes hipócritas. Foi assim no 11 de Setembro. Voltou a sê-lo agora.
Estados Unidos da América

Ideias verdes incolores furiosamente dormem

Terá Chomsky alguma vez ouvido Zelensky falar? Claro que ouviu. Mas como poderia deixar escapar uma oportunidade de expor pela enésima vez o princípio da causalidade única dos Estados Unidos?
Guerra na Ucrânia

O linguista e o monstro

Como é que o Dr. Chomsky se pode transformar, quando muda de objecto de pensamento, quando passa da linguagem e do pensamento para a coisa política, no Sr. Noam? Que poção ingere ele?
Vladimir Putin

As palavras certas das pessoas simples

A linguagem importa. E a linguagem da verdade é diferente da linguagem da mentira. Compare-se com a linguagem de Putin e Lavrov. Quem mente por regra pode, por definição, dizer tudo.
PCP

O solipsismo colectivo do PCP

Este amor pela conquista do poder, saudoso da velha virilidade bolchevique, que desprezava os bons sentimentos, como Lenine aconselhava, manifesta-se também caseiramente.
Ucrânia

A educação do patriotismo

Ter sido lembrado da imagem do patriotismo, indistinguível da vontade da liberdade, é já um bem que todos devemos aos ucranianos. Não tínhamos sido educados, aqui neste cantinho, para esta experiência
Guerra na Ucrânia

Os novos amigos de Job

Conhecem as causas que os outros ignoram. Não se deixam, ao contrário do vulgo, enganar. São mais inteligentes, mais perspicazes, mais advertidos. Não caem na esparrela em que o comum cai.
Rússia-Ucrânia

Do direito dos tremocistas à palavra livre

Se um tremoço choca com outro tremoço, a epistemologia dominante atribui a actividade ao primeiro e a passividade ao segundo. Puro logro. É o segundo tremoço que é o verdadeiro agente.
Guerra na Ucrânia

O asno de Buridan actualizado em prol da paz

Porque se julgam estes vinte intelectuais de esquerda de tal modo acossados por uma sociedade que em nada os incomoda e lhes dá, como obviamente deve dar, toda a liberdade de palavra?
Guerra na Ucrânia

A prova da natureza de Putin pelos seus efeitos

Atentem aos nossos “putinistas” caseiros de esquerda e de direita e verificarão que, com toda a probabilidade, são os mesmos que militam, com graus de radicalidade variável, pela extinção de Israel.
Guerra na Ucrânia

A teologia de um sociólogo

Como se pode alcançar um tal grau de insensibilidade à tragédia humana, ao ponto de ela desaparecer por completo do discurso?
Vladimir Putin

O jardim dos mortos

Por mais que partilhem um domínio comum, o espaço das acções humanas livres, a investigação histórica e o juízo político relevam de faculdades diferentes e os seus objectos não são idênticos.
Guerra na Ucrânia

A realidade do inacreditável

A história e a psicologia dos povos servem para generalizar e a generalização, com um arremedo de erudição, desvia a atenção do facto concreto bruto. Com o propósito único de encobrir a evidência.
Guerra na Ucrânia

Deus esteja com os ucranianos!

O PCP repete, fascinado, o argumentário de Putin. Não é necessária a intimidade ideológica do passado: basta a atracção irresistível pelo poder brutal daquele sol negro.
Política

A conspiração contra o patriotismo

Esta sucessão de episódios grotescos parece-me a confirmação plena da afirmação de Eça segundo a qual as instituições em Portugal são “pilhérias organizadas funcionando publicamente”.
Democracia

A vice-presidência

A frase de Voltaire sobre a defesa do direito da expressão das ideias às quais nos opomos deveria doravante queimar os lábios de quem, votando contra a vice-presidência do Chega, a pronunciasse.
A página está a demorar muito tempo.

Ofereça este artigo a um amigo

Enquanto assinante, tem para partilhar este mês.

A enviar artigo...

Artigo oferecido com sucesso

Ainda tem para partilhar este mês.

O seu amigo vai receber, nos próximos minutos, um e-mail com uma ligação para ler este artigo gratuitamente.

Ofereça artigos por mês ao ser assinante do Observador

Partilhe os seus artigos preferidos com os seus amigos.
Quem recebe só precisa de iniciar a sessão na conta Observador e poderá ler o artigo, mesmo que não seja assinante.

Este artigo foi-lhe oferecido pelo nosso assinante . Assine o Observador hoje, e tenha acesso ilimitado a todo o nosso conteúdo. Veja aqui as suas opções.

Atingiu o limite de artigos que pode oferecer

Já ofereceu artigos este mês.
A partir de 1 de poderá oferecer mais artigos aos seus amigos.

Aconteceu um erro

Por favor tente mais tarde.

Atenção

Este artigo só pode ser lido por um utilizador registado com o mesmo endereço de email que recebeu esta oferta.
Para conseguir ler o artigo inicie sessão com o endereço de email correto.