802kWh poupados
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica.
Saiba mais

Paulo Tunhas

Colunista

Nasci a 18 de Maio de 1960. Licenciei-me em Filosofia pela Faculdade de Letras da Universidade do Porto e doutorei-me, também em Filosofia, pela École des Hautes Études en Sciences Sociales, Paris. Sou professor no Departamento de Filosofia da Faculdade de Letras da Universidade do Porto e investigador no Instituto de Filosofia da mesma Universidade. Publiquei, entre outros livros, Impasses, seguido de Coisas vistas, coisas ouvidas, em colaboração com Fernando Gil e Danièle Cohn (Europa-América), O Essencial sobre Fernando Gil (Imprensa Nacional/Casa da Moeda), O pensamento e os seus objectos. Maneiras de pensar e sistemas filosóficos (Edições da Universidade do Porto) e As questões que se repetem. Uma breve história da filosofia, em colaboração com Alexandra Abranches (D. Quixote). Na imprensa, colaborei regularmente, entre outros lugares, na revista Atlântico (2005-2008) e no jornal i (2009-2010).

Artigos publicados

Guerra na Ucrânia

Lula em Portugal

Lula tem todo o direito a desejar uma nova ordem mundial. Um direito que ele não tem é o de destruir as distinções básicas sobre as quais assentam as nossas capacidades de emitir juízos políticos.
António Costa

A facilidade de mentir

É no mínimo duvidoso que António Costa acredite nas mentiras que emite ou autoriza. Vulgarmente, é um cínico. E o cínico usa os outros em função dos seus próprios interesses.
PS

O que é que estão ali a fazer?

Em que é que o PS se tornou? A resposta é fácil: um magma deletério que segrega mediocridade. Vem a descer, o magma, a toda a velocidade por aí abaixo, dando cabo de tudo por onde passa.
Socialismo

Contra a clique passista-cavaquista

A ganância e o apetite do lucro fácil dos privados estão por detrás de tudo. Quais víboras lúbricas, querem tudo para eles e não olham a meios para atingir os seus fins.
Vladimir Putin

O rapto das crianças e o mestre dos significados

É exactamente aquilo que o crente quer: ser subjugado pelo poder. A partir daí, acreditar que a Ucrânia é um ninho de nazis e que Putin salva as crianças ucranianas custa pouco.
Governo

Os hiper-prontificantes

Andamos a viver pessimamente, por falta de confiança, no dia-a-dia. A ter de aguentar tretas da alegre turma dos hiper-prontifcantes, convencidos de que fazer é dizer e que honrar é um modo de falar.
António Costa

O irresponsável

Se António Costa é assim, que sentido faz exigir-lhe responsabilização pelas suas acções? Pedir-lhe que deixe de ser irresponsável é pedir-lhe que deixe de ser quem é, o que costuma ser impossível.
Cidadania

Uma sociedade infeliz

É uma sociedade que dê guarida a essa pluralidade de concepções que podemos pensar como antídoto aos presentes tempos em que uma facção tomou conta de tudo, reduzindo a cidadania a um estado de torpor
Guerra na Ucrânia

Amanhã faz um ano que tudo mudou

Novo é o facto de a mentira nos chegar sem qualquer acompanhamento que lhe dê verosimilhança. Como se a sua finalidade fosse a de nos mostrar ostensivamente que é possível dizer o que quer que seja.
Comportamento

Com e sem intenção

A tendência para atribuir indiscriminadamente o nosso próprio sofrimento a uma intenção alheia é uma tendência generalizada. Nos nossos dias, a cultura woke dá uma dignidade teórica a essa inclinação.
Pintura

O mar, reflectido no céu, chega-nos pelo ar

A brisa que vem do mar não pode ser directamente pintada. Mas o génio do pintor pode criar a sua alucinação através do modo como o mar se reflecte no céu por sobre as figuras humanas.
Guerra na Ucrânia

Ucrânia: da empatia à simpatia

Podemos nós estabelecer uma relação empática com monstros? A resposta é certamente: sim. E a prova disso é, banalmente, que há quem a estabeleça.
Governo

Sócrates dialoga com um ministro de Costa

Ó hábil homem, mais cedo ou mais tarde alguém te mostrará um documento que prova que fizeste aquilo que agora desejarias não ter feito. Ninguém nasce inteiramente de novo a cada dia.
Governo

O PS a corromper a democracia

Seria bom que o PSD começasse desde já a federar as várias direitas. Deve mandar às urtigas, nesta matéria, a opinião do PS. A situação presente é intolerável. É como viver entre cadáveres.
António Costa

Os dois abismos de António Costa

Um governo assente numa mentira fundadora não pode sobreviver sem perpetuar essa mentira sob várias formas. O abismo da mentira política de Costa está-se a abrir diante de nós ostensivamente.
António Costa

António Costa e os perigos do informe

Dantes, havia o “socialismo num só país” de Estaline. Agora temos direito ao optimismo num só país de António Costa. O grau de negação da realidade mede-se amiúde pela quantidade de delírio produzida.
Guerra na Ucrânia

O ano da guerra

Os ucranianos dão-nos o mais sensível dos exemplos do que é o amor da liberdade e de algo que antes tínhamos uma notória dificuldade em perceber na sua plena dimensão: o patriotismo.
António Costa

Costa não sabe o que é “estrutural” nem quer saber

Costa é useiro e vezeiro em utilizar as palavras sem relação directa com o seu significado. É a versão portuguesa do Humpty-Dumpty da Alice: as palavras significam o que eu quero.
Eutanásia

Sofrimento, morte, legislação

Legislar sobre morte medicamente assistida é procurar fazer sentido de um sem-sentido – introduzir uma positividade na morte que é negação pura – o que logo coloca a possibilidade fatal do arbitrário.
Arte

Elogio de Carl Spitzweg

Sem a atenção, a imaginação necessária para compreender a arte não funciona. E o que resulta dessa falta é uma indiferença mais ou menos mal disfarçada.

Ofereça este artigo a um amigo

Enquanto assinante, tem para partilhar este mês.

A enviar artigo...

Artigo oferecido com sucesso

Ainda tem para partilhar este mês.

O seu amigo vai receber, nos próximos minutos, um e-mail com uma ligação para ler este artigo gratuitamente.

Ofereça artigos por mês ao ser assinante do Observador

Partilhe os seus artigos preferidos com os seus amigos.
Quem recebe só precisa de iniciar a sessão na conta Observador e poderá ler o artigo, mesmo que não seja assinante.

Este artigo foi-lhe oferecido pelo nosso assinante . Assine o Observador hoje, e tenha acesso ilimitado a todo o nosso conteúdo. Veja aqui as suas opções.

Atingiu o limite de artigos que pode oferecer

Já ofereceu artigos este mês.
A partir de 1 de poderá oferecer mais artigos aos seus amigos.

Aconteceu um erro

Por favor tente mais tarde.

Atenção

Para ler este artigo grátis, registe-se gratuitamente no Observador com o mesmo email com o qual recebeu esta oferta.

Caso já tenha uma conta, faça login aqui.

Há 4 anos recusámos 90.568€ em apoio do Estado.
Em 2024, ano em que celebramos 10 anos de Observador, continuamos a preferir o seu apoio.
Em novas assinaturas e donativos desde 16 de maio
Apoiar
Junte-se ao Presidente da República e às personalidades do Clube dos 52 para uma celebração do 10º aniversário do Observador.
Receba um convite para este evento exclusivo, ao assinar um ano por 99€.
Limitado aos primeiros 100 lugares
Assinar agora Ver programa