Conversas à Quinta

Conversas à Quinta

Já será Xi Jinping o líder mais poderoso do mundo?

Quem é Xi Jinping, o líder chinês que quer fazer do seu país o mais poderoso do mundo? Um Mao do século XXI? Um novo Deng? E que significa o reforço do férreo controlo do poder pelo Partido Comunista?
Conversas à Quinta

O milagre do Sol e anticlericalismo na I República

A 13 de Outubro de 1917 milhares de pessoas assistiram em Fátima ao chamado "milagre do Sol". Mas seria Fátima possível sem o anticlericalismo da I República e as novas orientações da Igreja Católica?
Conversas à Quinta

Vai haver uma nova Angola com João Lourenço?

139
Angola tem um novo Presidente, terá um novo futuro? Jaime Gama e Jaime Nogueira Pinto explicam quem é João Lourenço e o que se pode esperar dele. E explicam a omissão de Portugal no discurso de posse.
Conversas à Quinta

Catalunha: como chegámos aqui? E como saímos?

Preocupem-se que há razões para isso. A tensão entre os nacionalismos catalão e o espanhol ameaça degenerar em violência. Por razões históricas, mas também por razões políticas que importa ultrapassar
Conversas à Quinta

Como Merkel se tornou sinónimo de Alemanha

Os alemães deverão reeleger Angela Merkel nas eleições de domingo. Fá-lo-ão pela quarta vez. Mas como é que uma mulher que desvitalizou a política se tornou num dos estadistas mais poderosos do mundo?
Conversas à Quinta

A História e a política numa guerra de estátuas

Que heróis merecem estátuas? E que estátuas devem ser derrubadas? Memória e identidades numa luta política que abala os Estados Unidos, como já abalou outras democracias, da Espanha à Europa de Leste.
Conversas à Quinta

Um filme que nos mostra uma guerra sem heróis

Pode uma batalha que resultou de uma derrota humilhante ser motivo de orgulho nacional? Pode. No filme Dunkerque não há heróis individuais, antes histórias de um povo que não se rendeu. O britânico.
Venezuela

Venezuela ou a história de como se destrói um país

101
Como é possível no país que tem as maiores reservas de petróleo do mundo faltar pão nas padarias? Maduro é assim tão diferente de Chávez? Há saída para a crise onde nenhum compromisso parece possível?
Conversas à Quinta

A nossa relação de amor-ódio com as Forças Armadas

Na Europa todos falam de ter Forças Armadas e uma sólida política de Defesa. Mas o jogo político acaba quase sempre em cortes no orçamento dos militares. E será que devemos preocuparmo-nos com isso?
Conversas à Quinta

Afinal como foi a nossa última guerra civil?

8 de Julho de 1832: D. Pedro IV desembarca no Mindelo. 24 de Julho de 1834: os liberais entram em Lisboa. Os miguelistas estão derrotados e o país mudará radicalmente. Foi a nossa última guerra civil.
Conversas à Quinta

Uma montanha de livros para levar para férias

Jaime Gama, Jaime Nogueira e José Manuel Fernandes trouxeram uma montanha de livros para sugerirem como leituras de férias. Um Conversas à Quinta especial para os que gostam de ler - ou só de aprender
Conversas à Quinta

Quem lembra 150 anos da abolição da pena de morte?

Foi há 150 anos. A 1 de Julho de 1867. Nesse dia Portugal abolia a pena de morte. Gesto pioneiro na época, deu um exemplo à Europa e ao Mundo. Mas hoje parece que esquecemos o seu imenso significado.
Conversas à Quinta

Como os EUA voltaram a salvar a Europa. Há 70 anos

Foi há 70 anos que foi lançado o Plano Marshall. Sem essa ajuda dos EUA à Europa dificilmente teria havido a recuperação do pós-guerra. E tanto assim foi que até Salazar dele beneficiou. Outros tempos
Conversas à Quinta

Que será agora do Reino Unido? E do Brexit?

Um resutado surpreendente, uma primeira-ministra enfraquecida, uma negociação do Brexit ainda mais complexa. Como chegou o Reino Unido a este ponto? E que futuro terão os trabalhistas presos a Corbyn?
Conversas à Quinta

Tudo o que precisa saber sobre a Coreia do Norte

194
A Coreia do Norte é mesmo uma ameaça? Qual a sua real capacidade militar? O que valem os seus mísseis? Como planeiam os Estados Unidos neutralizá-los? E quem é Kim Jong-un? A China ainda o controla?
Estados Unidos da América

O mito de Kennedy e a sombra de "Camelot"

John F. Kennedy nasceu faz hoje 100 anos. Foi Presidente apenas 3 anos, até ser assassinado, mas o seu mito perdura. Porquê? E como explicar a sombra que paira sobre "Camelot", ou seja, a sua família?
Israel

Há 50 anos, seis dias que mudaram o Médio Oriente

Bastaram seis dias num longínquo 1967 para Israel derrotar o Egipto, a Síria e a Jordânia, mudando profundamente o Médio Oriente. 50 anos depois não se vê paz nem saída para os territórios ocupados.
Presidenciais em França

Que podemos esperar de um Presidente Macron?

Estará o destino das presidenciais francesas mesmo selado? Se for eleito, como vai Macron ter uma maioria para governar? Os socialistas estão mesmo destroçados? E que esperar da direita republicana?
Conversas à Quinta

Para onde quer Erdogan levar a Turquia?

Durante quase um século a Turquia identificou-se com o legado de Ataturk, mas essa Turquia está a mudar pela mão de Erdogan, agora com poderes reforçados. Mas quem é este homem e o que é que ele quer?
Presidenciais em França

Como explicar favoritismo de Le Pen? Ou de Macron?

Uma primeira volta a quatro? Com as sondagens a colocarem os candidatos mais próximos, as presidenciais continuam a ser dominadas por Marine Le Pen e Emmanuel Macron. Como explicar este favoritismo?
Conflito na Síria

Gama previu “operação militar robusta” de Trump

Esta semana, no “Conversas à Quinta” do Observador, ao discutir a nova política externa dos EUA, Jaime Gama considerou que Trump estava a chegar ao momento em que tinha “de passar à prova dos factos”.
Conversas à Quinta

O dia em que Washington decidiu salvar a Europa

6 de Abril de 1917. Os Estados Unidos declaram guerra à Alemanha e selam o destino da I Guerra Mundial. 100 anos depois o internacionalismo do Presidente Wilson cedeu lugar ao "America first" de Trump
Conversas à Quinta

1817. Como o liberalismo nasceu torto em Portugal

A "conspiração de 1817" acabou numa noite de execuções que canonizou a expressão "Felizmente há luar". Mas quem era Gomes Freire de Andrade? Um mártir da pátria, arauto do liberalismo, ou um traidor?
Conversas à Quinta

Do Tratado de Roma à Europa de Dijsselbloem

60 anos de União Europeia. Dos 6 países que assinaram o Tratado de Roma aos 28 de hoje, a Europa fez um caminho de unidade que nunca esteve sobre tanta tensão. Que o diga o holandês Dijsselbloem.
Conversas à Quinta

A Holanda foi o Waterloo do populismo? Nem tanto

Geert Wilders não ganhou as eleições, mas é cedo para falar de refluxo do populismo. Não só nenhum outro país europeu é como a Holanda, como já ninguém tira os seus temas do centro do debate político.
Conversas à Quinta

Cem anos depois, que nos ensina Manuel de Arriaga?

170
Na semana da controvérsia, Jaime Nogueira Pinto e Jaime Gama conversaram de novo, mas não falámos de censura, antes das lições a tirar da experiência do homem que "inventou" a Presidência da República
Conversas à Quinta

Populismos num mundo perigoso, de Trump a Le Pen

Jaime Nogueira Pinto e Jaime Gama debateram, na última edição do Conversas à Quinta, gravada em Serralves, este tempo de todos os riscos e de populismos, de Le Pen a Trump, das eleições alemãs a Putin
Conversas à Quinta

A revolução que acabou mal: Rússia, fevereiro 1917

105
Não foi uma revolução planeada, antes a convulsão que há 100 anos levou à queda do czarismo e ao sonho de uma democracia constitucional, sonho que acabaria submerso pela sangrenta Revolução de Outubro
Conversas à Quinta

Marine Le Pen pode vencer? Improvável. Veja porquê

Marine Le Pen aparece à frente nas sondagens na primeira volta, mas perde sempre na segunda. Conseguirá a líder da Frente Nacional tirar partido da divisão entre os adversários? Ainda é pouco provável
Conversas à Quinta

As fronteiras são tão antigas como as civilizações

Fronteiras, muros, vedações. Liberdade de circulação, segurança, migrações, invasões. Estados e nações, soberania e globalização. As coisas são sempre mais antigas e mais complicadas do que parecem.
Conversas à Quinta

Estaremos já num mundo pós-americano e pró-chinês?

233
Há 26 anos a economia chinesa valia 1/16 da americana. Agora estão a par. Xi Jiping foi a Davos defender a globalização contra o proteccionismo de Trump. Quais as ambições desta China grande potência?
Conversas à Quinta

Silêncio. O filme, a fé e os portugueses no Japão

357
Silêncio, de Martin Scorsese, inquieta os católicos, desafia os agnósticos e perturba os homens de boa fé. Mas, como aqui se discute, também nos obriga a lembrar como Portugal mudou o destino do Japão
Conversas à Quinta

Os comandos portugueses estão de regresso a África

118
República Centro Africana: foi para lá que seguiu um contingente dos 160 comandos em mais uma missão de manutenção da paz. Mas porque é que naquela região de África se multiplicam os Estados falhados?
Conversas à Quinta

Ainda faz sentido falar do Ocidente? Ainda existe?

141
A América com Trump. O Brexit. A União Europeia em crise. A China em ascensão. A Rússia de Putin e a Turquia de Erdogan. O que sobra daquilo a que chamámos Ocidente? E das referências do liberalismo?
Rússia

1917. Há um século, o mundo mudou para sempre

259
1917. O ano da Revolução de Outubro. O ano do fim do império otomano no Médio Oriente. Em Portugal, o ano das aparições de Fátima e de Sidónio Pais. Um ano-charneira que condicionou todo o século XX.
Conversas à Quinta

A URSS acabou há 25 anos. Obrigado Gorbachov?

No dia de Natal de 1991 Gorbachov demitiu-se, consagrando o fim da União Soviética. Não era esse o destino imaginado quando iniciou a Perestroika, mas o regime não resistiu sem o medo que o sustentava
Estados Unidos da América

O que nos dizem as primeiras nomeações de Trump?

111
Jaime Gama e Jaime Nogueira Pinto já estiveram nos EUA depois da eleição de Trump. Hoje discutiram as primeiras nomeações do Presidente eleito para os principais lugares na nova Administração.
Conversas à Quinta

A análise às escolhas para a equipa de Trump

José Manuel Fernandes, Jaime Gama e Jaime Nogueira Pinto analisam as escolhas de Trump para a administração dos EUA no programa Conversas à Quinta. Veja aqui em direto.
Europa

De onde vem este mal-estar europeu?

160
O que procurava Matteo Renzi com o seu referendo em Itália? O que sobra da esquerda francesa depois de Hollande? E quem é François Fillon? Onde estão as defesas democráticas num tempo de populismo?
Conversas à Quinta

15 livros para este Natal. Dos que valem a pena

235
Quinze livros não é muito. Marcelo Rebelo de Sousa levava mais para cada programa. Mas estes foram lidos e são aqui descritos e recomendados. São boas sugestões de Natal -- para oferecer ou para ler.
Conversas à Quinta

Será que regressou a nostalgia dos líderes fortes?

Será que a eleição de Trump e a ascensão dos populismos sinaliza o saudosismo de líderes fortes? E o que é um líder forte? Devemos temer o regresso do autoritarismo? Ou sonhar com os "grandes homens"?
Conversas à Quinta

Populismo(s): o que são, como nos desinquietam

Não há populismo - há populismos. De diverso tipo e diferentes linhagens. Uns assumidos, outros envergonhados. Mas gritar contra o populismo pode ser o pior dos antídotos. Sobretudo nesta nossa Europa
Casa Branca 2016

Ninguém sabe como será a Presidência Trump

103
A vitória de Trump não foi completa surpresa para Jaime Gama e Jaime Nogueira Pinto, só que ninguém sabe até que ponto a chegada à Casa Branca domesticará aquele que prometeu derrubar o establishment.
Cristianismo

Lutero, 500 anos depois. A reconciliação?

206
O Papa Francisco foi à Suécia no início das comemoração dos 500 anos da Reforma desencadeada por Martinho Lutero. Depois dele o Cristianismo nunca mais foi igual, mas o cisma não foi apenas religioso.
Comunismo

Hungria, da revolução de 1956 a Viktor Orbán

Outubro de 1956. Na Hungria a revolução é esmagada pelos tanques soviéticos. Numa conversa que misturou referências históricas e memórias pessoais, a singularidade húngara até aos dias de Viktor Orbán
Médio Oriente

Mossul, Aleppo e a nova "guerra dos 30 anos"

A ofensiva sobre Mossul e o cerco de Aleppo são batalhas de todos contra todos em que nenhum aliado é seguro nem nenhum inimigo eterno, com todas as clivagens e todo o horror de uma guerra sem solução
Conversas à Quinta

Marrocos:por que não preocupa a vitória islamista?

122
O partido islamista venceu as eleições em Marrocos e vai continuar a governar, mas sem maioria. Contudo, isso não nos preocupa, até nos descansa. Viagem aos segredos de um reino com muito de exemplar.
Nações Unidas

O mundo e os desafios que esperam António Guterres

Jaime Gama e Jaime Nogueira Pinto debateram os desafios que esperam António Guterres, destacando os limites do poder da Nações Unidas e as muitas tensões de uma ordem mundial cada vez mais pulverizada
Conversas à Quinta

O legado de Shimon Peres nestes tempos de Trump

O que nos ensina a vida de Shimon Peres, o desaparecido pai fundador de Israel, "falcão" e "pomba", nestes tempos em que a paz parece mais distante e é Trump que parece querer o apoio do voto judaico?
Forças Armadas

O país deve orgulhar-se das suas forças especiais

230
A morte de 2 comandos reabriu a discussão, mas para Jaime Gama e Jaime Nogueira Pinto não só necessitamos de forças especiais, como elas são muito boas e essenciais à nossa política externa e africana
Conversas à Quinta

Europa re-unida? Ainda não aconteceu em Bratislava

O Sul cada vez mais distante do Norte. O Leste a marcar diferenças do Oeste. Foi uma União Europeia à procura de uma forma de re-união que se reuniu em Bratislava. Tudo num Conversas à Quinta especial
Conversas à Quinta

Conversas à Quinta ao vivo em Cascais

Programa de debate semanal do Observador realiza-se este sábado na Casa das Histórias de Paula Rego, em Cascais, com Jaime Gama, Jaime Nogueira Pinto e José Manuel Fernandes. Entrada é livre.
Conversas à Quinta

Como explicar Fidel?

O Conversas à Quinta de 18 de agosto tentou explicar o segredo de Fidel Castro. Que apesar da falta de liberdade e do fracasso económico de um regime de 58 anos, continua a fascinar milhões.
Conversas à Quinta

O mundo é um lugar cada vez mais imprevisível

Para onde vamos, agora que as certezas de que a ordem democrática e liberal tinha triunfado estão abaladas? Como imaginar um mundo quase sem crescimento económico mas com Putin, Erdogan ou Trump?
Conversas à Quinta

50 anos da ponte que em tempos se chamou Salazar

199
Salazar queria mesmo que a ponte tivesse o seu nome? E como era o país nesses dias? Jaime Gama e Jaime Nogueira Pinto puxaram das suas memórias e falaram da política dos anos do fim do Estado Novo.
Casa Branca 2016

Hillary vs Trump: quem representa cada um deles?

Hillary, a candidata apresentada como "a mais bem preparada de sempre". Trump, o candidato "sem qualidades para ser presidente". A 100 dias das eleições, quem tem vantagem? E o que é que está em jogo?
Conversas à Quinta

Golpe na Turquia: o que precisa (mesmo) de saber

Jaime Gama e Jaime Nogueira Pinto falam do golpe e contragolpe, recuando até às origens da Turquia moderna com Ataturk, ao islamismo muito especial de Erdogan e procurando identificar todos os perigos
Livros

Livros para férias. História, romances e viagens

221
O que se leva para ler em férias? Romances, sem dúvida. Ou livros de viagens. Mas também livros que devíamos ter lido há muito. Aqui ficam as sugestões do Conversas à Quinta, incluindo boas surpresas.
Brexit

União Europeia não deve negociar de cabeça quente

A UE deve evitar a sobranceria ou o espirito de retaliação nas negociações que vai iniciar com o Reino Unido, defende Jaime Gama. Jaime Nogueira Pinto sublinha a importância do regresso da política.
Eleições Espanha 2016

A Espanha entre o impasse e o risco de implosão

Nas eleições de 26 de junho o sistema político saído da transição democrática corre o risco de implodir. A esquerda moderada arrisca ficar atrás dos radicais. E ainda vivemos pulsões separatistas.
Conversas à Quinta

Mas afinal o que foi (e o que é) isso do fascismo?

Trump é fascista? E quase metade dos austríacos votaram num fascista? Será o fascismo filho do marxismo? De repente estamos outra vez a falar de fascismo, pelo que fomos ver se isso faz algum sentido.
Conversas à Quinta

Quem fez a revolução que acabou com a I República?

290
Foi há 90 anos. A revolução de 28 de Maio saiu de Braga e desceu até Lisboa sem oposição. A I República já não tinha forças para resistir. E quem a derrubava ainda não tinha programa para a substituir
Revolução Cultural

Apaixonou os intelectuais, quase destruía a China

A Revolução Cultural começou há 50 anos. Ao longo de uma década quase destruía a China, liquidando a sua elite cultural e política. Mas, ao mesmo tempo, apaixonou jovens e intelectuais em todo o mundo

Só mais um passo

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

E tenha acesso a

  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site