Dark Mode 98,9 kWh poupados com o Asset 1
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Hoje é um bom dia para mudar os seus hábitos. Saiba mais

Logótipo da MEO Energia

Paulo Trigo Pereira

Colunista

Sou professor catedrático do ISEG (Universidade de Lisboa) e presidente do conselho científico do Institute of Public Policy TJ-CS. De 1982 a 2015 dediquei-me ao ensino e investigação nas áreas de finanças públicas, economia das Instituições e sistema político. Dos cinco livros que escrevi Portugal: Dívida Pública e Défice Democrático, premiado, foi o mais pequeno, o mais difícil, mas o que me deu maior prazer. Coordenei vários projetos da sociedade civil sobre transparência orçamental em Portugal e escrevi regularmente no jornal Público (2011-15). Na XIII legislatura (2015-2019), exerci a função de deputado à Assembleia da República. Eleito como independente nas listas do Partido Socialista, acabei exercendo o mandato como deputado formalmente independente (não inscrito). Regressei depois à vida académica (ISEG)

Artigos publicados

Regionalização

Regionalização ou o minotauro administrativo? /premium

Qual a legitimidade democrática de autarcas, que foram eleitos para determinadas funções, serem, a meio do mandato, investidos de novas funções eletivas de presidentes e vice-presidentes das CCDRs?
TAP

TAP: a judicialização da política /premium

A Associação Comercial do Porto tem toda a legitimidade para querer influenciar o plano de reestruturação da TAP, mas o poder de o fazer só lhe será dado se entrar na sua estrutura acionista.
Governo

Sai Mário Centeno entra Leão e Costa e Silva /premium

João Leão é a melhor escolha para substituir Mário Centeno pois, responsável já por cinco orçamentos, dará continuidade à política orçamental. Mas não será Centeno, será Leão.
União Europeia

Portugal e a proposta de Von der Leyen /premium

Temos muito estudo, debate, informação e reflexão a fazer nos tempos que correm. De qualquer modo esta proposta da Comissão renova-nos a esperança no projeto europeu.
Eleições Presidenciais

As Presidenciais. Um passeio no parque? /premium

O segundo mandato, sendo não renovável, introduz incentivos diferentes. Sabemo-lo dos livros e da nossa experiência histórica onde todos os Presidentes, no regime constitucional, tiveram dois mandatos
Coronavírus

Posso e devo visitar a minha Mãe? /premium

108
Não vou visitar a minha mãe hoje, embora considere que poderia fazê-lo à luz da Constituição. Irei amanhã, com concordância da família e todas as precauções. Parabéns Mãe!
Política Económica

Contenção orçamental e certificados Covid-19 /premium

303
Sugiro uma medida que me parece fazer sentido: o pagamento de metade dos subsídios de férias e de Natal de todos os trabalhadores em funções públicas em “Certificados de Aforro Solidários Covid-19”.
Coronavírus

O debate técnico e político que falta fazer /premium

Experiências de outras pandemias e países mostram que mais do que a aderir à previsão de um só modelo matemático é o confronto dos resultados de vários modelos que permite chegar às melhores previsões
Coronavírus

Coronavírus: mantenhamos a democracia a funcionar! /premium

Que iremos ter uma recessão económica e aumento do desemprego, agravamento do défice e da dívida pública é já um dado adquirido, não apenas em Portugal, mas na Europa e fora dela.
Justiça

Juízes e políticos: quem não deve não teme, certo? /premium

O espírito do legislador parece-me ser que o registo de interesses seja o mesmo, para os titulares de cargos políticos e para magistrados. A letra, porém, permite que o dos magistrados seja diferente.
Eutanásia

Eutanásia: dignidade e responsabilidade do voto /premium

O mais difícil, redigir uma lei equilibrada que compatilize a auto-determinação do doente com um adequado envolvimento médico e familiar é agora da responsabilidade dos deputados ouvindo a sociedade.
Orçamento do Estado

OE2020: e quando Jerónimo e Centeno saírem? /premium

Este governo assenta política e tecnicamente num tripé. Em Costa, que não faz tenção em reformar-se tão cedo. E em Jerónimo e Centeno que estão de saída. Como será a recomposição do tripé depois?
Isabel dos Santos

Que ilações tirar dos Luanda Leaks? /premium

107
Todas as regras e instituições que criámos, e pagamos com os nossos impostos, para fazer o trabalho de evitar o branqueamento de capitais, mais uma vez falharam. É completamente caricato e frustrante.
Orçamento do Estado

OE2020: Um guia para o que se vai seguir /premium

Sem acordos há mais imprevisibilidade nas votações. O PS aprovará a maioria das suas propostas, mas haverá propostas da esquerda em que será derrotado. Esperemos que por coligações positivas e não negativas
Política

Quem deve suceder a Costa e a Rio? /premium

O aumento da fragmentação parlamentar diminui o tempo que resta para a realização de necessários compromissos de regime pelo que Costa e Rio são, por agora, os melhores sucessores de si próprios.
Reino Unido

Dois referendos moldaram o futuro do Reino Unido /premium

Avance-se pois, capitalize-se o facto de deixar de haver uma força de bloqueio em relação a maior integração europeia, mas haja a humildade de perceber que algumas críticas do Reino Unido são válidas.
Orçamento do Estado

Baixa da Eletricidade? É necessária e é possível /premium

152
Em termos absolutos Portugal está no grupo da eletricidade mais cara da UE28, ocupa a 8ª posição, mas se considerarmos as paridades de poder de compra de cada país está na 4ª posição, dados Eurostat.
Assembleia Da República

Mais controlo político ou mais acção legislativa? /premium

Duvido de uma revisão séria do regimento que aumente a justiça e a eficácia do trabalho parlamentar, diminuindo os soundbytes e reforçando a ação legislativa, mas ao menos resolvam-se certas injustiças
Assembleia Da República

Responsabilidade do PS, o poder dos novos partidos /premium

Os partidos tradicionais, cada um isoladamente, têm algum poder na aprovação de legislação. Os novos pequenos partidos têm muito pouco poder pois em raras situações serão cruciais em caso de votações.
Novo Governo

O óbito da geringonça e como Costa testa os seus /premium

135
Este é o maior governo da nossa democracia. É também, porventura, o que tem mais juristas como ministros. Nenhuma destas características é muito recomendável. Mas esperemos que tenha visão e ambição!
A página está a demorar muito tempo.