435kWh poupados com o Logótipo da MEO Energia Logótipo da MEO Energia
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica.
Saiba mais

Logótipo da MEO Energia

Adere à Fibra do MEO com a máxima velocidade desde 29.99/mês aqui.

café europa

café europa

A escalada da guerra da Ucrânia

A expansão do conflito para a Europa Central está em curso. Para evitar a escalada para um confronto global, o regresso a uma retórica de contenção por todos os aliados é uma prioridade.
café europa

A seguir é a China

Com a guerra da Ucrânia abriu-se o confronto entre a Europa e a Rússia. Mas o confronto não vai ficar por aqui. As mesmas razões vão levar ao confronto com a China. Provalmente económico.
café europa

Se Macron parece, é porque o é

Ninguém terá sido beneficiado com as vantagens e desvantagens do sistema francês a duas voltas como Emmanuel Macron, personificação do mal menor.
café europa

A França a favor de Putin?

A eleição de Le Pen seria uma vitória para Putin e para a sua estratégia de dividir para reinar na Europa, investindo na polarização identitária e no iliberalismo.
café europa

O fim do mercantilismo europeu

Na Cimeira UE-China da semana passada Van der Leyen foi invulgarmente clara ao avisar que, apoiando a Rússia, a China corre o risco de um êxodo de investimento estrangeiro europeu.
café europa

A resistência alemã

A Alemanha pode ter óptimas razões para defender uma abordagem mais contida em relação à guerra e a Moscovo, a verdade é que Berlim tem estado atrás das decisões europeias, não por detrás.
café europa

Haverá uma lição em tudo isto?

O pragmatismo verde até pode ser um limite à viragem à esquerda que parecia inevitável para a União Europeia. Afinal, sempre pode dizer-se que no governo a realidade continua a sobrepor-se ao dogma.
café europa

A Europa em mudança 

Não há hoje dúvida de que Putin irá até onde o Ocidente o deixar. A decisão de aumentar dez vezes o número das tropas prenuncia assim a fortificação das fronteiras da NATO a Leste.
Guerra na Ucrânia

A guerra na Ucrânia também foi um falhanço europeu

É uma UE irreconhecível, mas é cedo para dizer que é melhor. O caminho original estava errado, mas a decisão de o trocar por um dogmatismo de sentido contrário mostra que se aprendeu a lição errada.
café europa

Anti-ocidentalistas de todo o mundo, uni-vos

As teses da responsabilidade ocidental variam, mas coincidem numa ideia: a Rússia tem direito a uma esfera de influência e pode recusar a perigosa ameaça da democracia ocidental. Nada de muito novo.
café europa

Ponto de viragem na crise ucraniana

Se decidir limitar os riscos, Putin já ganhou um lugar central na renegociação da segurança euro-Atlântica, pondo o Ocidente na defensiva e forçando uma re-centragem da atenção americana na Europa.
café europa

O pequeno ódio ao grande rico

Assim como à direita há quem explore a frustração dos que se sentem ameaçados pelas imigrações, à esquerda há quem se alimente do ressentimento dos que não acreditam que vão ter oportunidades.
café europa

A maioria absoluta de Ursula von der Leyen

Com quase 120 deputados, António Costa pode fazer quase tudo na Assembleia da República mas terá exatamente o mesmo poder da próxima vez que se sentar com Olaf Scholz, Mario Draghi ou Emmanuel Macron.
café europa

O que nos interessa uma guerra na Ucrânia?

No meio da crescente incerteza e insegurança globais há uma resposta claramente disparatada: a reação dos Putinófilos que consideram que Portugal devia romper com a NATO, com os EUA, com a UE.
café europa

Bem-vindos à história

Putin forçou o regresso da história. O conflito armado voltou a ser parte do método negocial na Europa, e a diplomacia à porta fechada o método mais produtivo.
café europa

Impotência europeia

A Rússia quer dividir a Europa, a América tem outras preocupações, e os europeus não conseguem tomar conta de si, já não confiam nos americanos e não são de confiança. Putin aproveita.
café europa

A União Europeia tem um problema de bandeiras 

As últimas duas décadas criaram derrotados da integração europeia, Estados-Membros para os quais a ideia de convergência económica se tornou irrealista.
café europa

Um Ano Novo (globalmente) melhor?

A política europeia, muito institucional, legalista e gradualista, lida mal com crises em geral e pior ainda com crises militarizadas que exigem respostas rápidas e musculadas.
café europa

Um aniversário envenenado

Neste momento decisivo para a reconfiguração das relações entre as principais potências ocidentais, fica claro quão pesada é a herança da política energética errática de Angela Merkel.
café europa

Verdes por fora, pobres por dentro

Se passarmos todos a andar de bicicleta, a benefício do clima e do que mais seja, ainda assim há uma enorme diferença entre quem vende e quem compra. Uns ficam a ganhar. Os outros não necessariamente.
café europa

Olaf Scholz, o futuro da esquerda europeia

Para Olaf Scholz o risco mais evidente é o da transformação em François Hollande, também ele um moderado improvavelmente eleito, promovido a “esperança” da esquerda europeia e rapidamente derrotado.
café europa

Recusar o desarmamento nuclear unilateral

A ideia de que no contexto geopolítico atual o Ocidente deveria desarmar-se unilateralmente, quando a Rússia ou a China avançam com novos programas nucleares, é um disparate muito perigoso.
café europa

A Coligação Semáforo chega ao governo em Berlim

A rapidez e relativa eficácia das negociações da coligação tripartida – que certamente beneficiaram da presente fraqueza da CDU – é um bom augúrio para a estabilidade do próximo governo.
café europa

Autodestruição ocidental

Putin não se submete, Lukashenko não obedece, Pequim não se intimida. Vivemos angustiados no Ocidente entre a ilusão de devermos ser uma potência absoluta e acharmos que somos uma impotência total.
café europa

A República que não marcha

A má sorte dos Republicanos franceses é um destino particular na política europeia, com um grande partido a escapar à extinção tornando-se mais pequeno e relativamente secundário na vida nacional.
café europa

É a geopolítica do clima, estúpido!

O problema não é a Humanidade estar a “trair a natureza”! Todas as plantas e animais têm impacto. Porém sabemos que os seres vivos que esgotam os recursos de que necessitam enfrentam a extinção.
café europa

A nova internacional nacionalista na Europa

É Zemmour, de origem judaica e argelina, que reclama a soberania francesa e a tradição Católica, anunciando que o seu objetivo é impedir que a França veja as suas igrejas substituídas por mesquitas.
café europa

Uma Europa cada vez mais francesa

Os gregos já não confiam que os americanos consigam, ou estejam disponíveis para conter as ambições turcas. E contam que a promessa de empenho francês o possa fazer.
café europa

O primado da política

Sem adversários, as instituições de Bruxelas acabam por mirrar sob o peso da sua complexidade. Por outro lado, sempre que encontram um alvo a força da burocracia revela-se um instrumento temível.
café europa

Continua a guerra global das vacinas

Os EUA sabem que não podem correr o risco de deixar a China numa situação de vantagem no fornecimento das vacinas no Indo-Pacífico, uma região prioritária para a defesa dos seus interesses.
café europa

Eleições em tempo de pandemia

O sistema político mudou no centro e os novos equilíbrios tem de encontrar-se aí. O bipartidarismo imperfeito alemão deu lugar a um quadripartidarismo instável, mas porventura mais dinâmico e inovador
café europa

A vida de adulto dos europeus

A principal lição que a Europa necessita de tirar é que os Estados Unidos reorganizaram as suas prioridades geopolíticas, mas não a sua ordem de valores. Nós, europeus, precisamos de fazer o mesmo.
café europa

Do Afeganistão ao Estado da União

A Europa deve reforçar os seus meios militares e moderar os seus objetivos. E temos de recuperar flexibilidade na ação externa. Isto não significa abandonar os nossos valores, mas abandonar ilusões
café europa

A Europa está condenada à divisão?

Ouviremos falar do sucesso dos fundos, da ambição ecológica e regulatória. Nada disso importará para os jovens insatisfeitos, os remediados do Sul e os desconfiados do Leste.
café europa

O fim do Afeganistão: consequências para a Europa

O élan do “regresso da América” com a administração Biden está, senão perdido, pelo menos adiado. Para a Europa é urgente mostrar unidade face às consequências dramáticas para si própria e para a NATO
café europa

Exército europeu ou os europeus da NATO

Amanhã pode ser necessário intervir externamente em nome dos interesses europeus, da segurança dos Europeus, e os Americanos podem não estar disponíveis. O que fazer, então?
café europa

Depois de Cabul

Ainda que a evolução no Afeganistão não venha a provocar tensão nas fronteiras europeias, há contas por acertar com os EUA. A União Europeia foi demasiado intensa e precipitada no abraço a Joe Biden.
café europa

Otelo não foi o nosso libertador

O nosso regime de liberdades, portanto, consolidou-se sem Otelo e frequentemente contra Otelo. Apesar disso, foi generoso com Otelo, sendo a amnistia no caso das FP-25 o exemplo máximo disso.
café europa

Vêm aí mais Estado e mais Europa

Nos anos 90 a construção europeia era sobretudo liberalizante. Eram projectos políticos alinhados com o ar do tempo. Os de agora também são, mas o ar do tempo é outro, bem mais estatista e centralista
café europa

A morte da religião na Europa

Na Europa, a ideia de não confessionalidade do Estado tem sido desviada do seu propósito inicial. A laicidade acabou por tomar o lugar oficial e com isso estamos a perder liberdade.
A página está a demorar muito tempo.

Ofereça este artigo a um amigo

Enquanto assinante, tem para partilhar este mês.

A enviar artigo...

Artigo oferecido com sucesso

Ainda tem para partilhar este mês.

O seu amigo vai receber, nos próximos minutos, um e-mail com uma ligação para ler este artigo gratuitamente.

Ofereça artigos por mês ao ser assinante do Observador

Partilhe os seus artigos preferidos com os seus amigos.
Quem recebe só precisa de iniciar a sessão na conta Observador e poderá ler o artigo, mesmo que não seja assinante.

Este artigo foi-lhe oferecido pelo nosso assinante . Assine o Observador hoje, e tenha acesso ilimitado a todo o nosso conteúdo. Veja aqui as suas opções.

Atingiu o limite de artigos que pode oferecer

Já ofereceu artigos este mês.
A partir de 1 de poderá oferecer mais artigos aos seus amigos.

Aconteceu um erro

Por favor tente mais tarde.