Crítica de Livros

Crítica de Livros

Elias Canetti e o prazer do ensaio

O que se pode dizer deste livro, no seu todo, é aquilo que se pode dizer do bom ensaísta. Cada um dos ensaios não merecia apenas uma resenha, merecia tornar-se um livro independente.
Crítica de Livros

Bukowski: um medroso enamorado por si próprio

Em "Pão com Fiambre", o leitor é "massacrado pelas banalidades intelectuais características do pensamento bukowskiano, embrulhadas num tom que se faz passar por despretensioso", escreve Jorge Almeida.
Crítica de Livros

O génio atormentado de Magda Szabó

Uma das obras de referência da escritora húngara, "A Porta" é um livro sobre a descoberta da culpa absoluta de alguém cheio de boas intenções.
Crítica de Livros

Lagerlöf, o anel maldito e histórias que confortam

A vontade de inquietar o espírito humano tem remetido para o esquecimento obras meritórias como "O Anel dos Löwenskölds", de Selma Lagerlöf, como escreve Jorge Almeida.
Crítica de Livros

Ninguém viu os Açores como Francisco Afonso Chaves

Vasco Rosa escreve sobre "A Imagem Paradoxal", livro que recupera fotografias da autoria de um dos nomes mais talentosos dos Açores, com um património de grande valor que aguarda internacionalização.
Crítica de Livros

Não é o que se escreve, é a forma como se escreve

Lobo Antunes é virtuoso e sabe o que resulta e não resulta, daí que os seus romances e as suas entrevistas muitas vezes pareçam best-ofs de romances e entrevistas anteriores, escreve João Pedro Vala.
Crítica de Livros

Maya Angelou não veio para ficar

"Sei Porque Canta o Pássaro na Gaiola" é a primeira das sete autobiografias que Maya Angelou, poetisa e ativista dos direitos civis, escreveu entre 1969 e 2013. João Pedro Vala dá-lhe quatro estrelas.
Crítica de Livros

Um livro para ver Almada Negreiros em Lisboa

Um roteiro importante, publicado numa altura conveniente. "Almada Negreiros. Um percurso possível" é um título certeiro para uma edição com alguns lapsos mas que se pode tornar um modelo.
Crítica de Livros

José Luís Peixoto por maus caminhos

"A um escritor tão intimista, exigia-se maior detenção nos seus próprios pensamentos. As suas causas são comuns e maçadoras", escreve Carlos Maria Bobone sobre "O Caminho Imperfeito".
Crítica de Livros

Philip Roth não é um escritor-monumento

Roth ataca todos aqueles que se escondem do mundo e que repetem que o fazem “Por Eles, Por Eles”. Aqueles que permanecem monumentos virtuosos mas mortos até ao fim, escreve João Pedro Vala.
Crítica de Livros

O corpo de Rodrigo Magalhães dá-nos baile

Em muitos aspectos, "Os Corpos" é um romance formal mas o autor consegue novas hipóteses narrativas para fazer sentido a partir de um universo meio policial, meio caótico.
Crítica de Livros

O primeiro romance policial americano

Miguel Freitas da Costa regressa a O Caso da Quinta Avenida, de Anna Katharine Green. E a versão portuguesa tem a singularidade de ter sido feita em parte (cerca de um terço) por Fernando Pessoa.
Crítica de Livros

O sentido da vida, mas sem açúcar

Antes do filme recém-estreado em Veneza, com Robert Redford e Jane Fonda nos papéis principais, há o livro de Kent Haruf. Nuno Costa Santos diz que é uma pequena obra-prima sobre o amor e a liberdade.
Crítica de Livros

A luz dos escravos de Colson Whitehead

João Pedro Vala leu o livro que deu o National Book Award ao escritor americano mas descobriu alguns truques e uns quantos problemas de tradução.
Crítica de Livros

O ABC da revolução russa

José Milhazes escreve sobre um livro que é "uma análise muito lúcida de um dos mais importantes acontecimentos do século XX, que continua a ter repercussões nos nossos dias".
Crítica de Livros

O Islão, o progresso e a literatura

O que torna "Para além da crença" interessante do ponto de vista sociológico é provavelmente o que mais o prejudica em matéria de literatura, escreve Carlos Maria Bobone.
Crítica de Livros

A fé e os bons costumes segundo Anatole France

João Pedro Vala regressou ao último romance do autor francês, que coloca em causa a natureza de Deus mas que, ao mesmo tempo, levanta "um problema político, muito maior do que o religioso".
Crítica de Livros

As divertidas confissões de um homem ofendido

“Diário de um Zé Ninguém”, clássico do humor inglês, foi editado pela Tinta da China. Nuno Costa Santos já o leu e empatizou com as não-aventuras do protagonista, Charles Pooter.
Crítica de Livros

A volta ao mundo em mil e oitenta dias

Miguel Freitas da Costa regressa à história irrepetível de um herói "mal fadado", contada (e agora reeditada) por Ztefan Zweig, também uma glória mas da "literatura universal".
Crítica de Livros

Louca, frenética, desbocada. Assim é Tati Bernardi

Guionista na Rede Globo e colunista na Folha de São Paulo, Tati Bernardi estreia-se em Portugal com um livro de crónicas onde enfrenta as crises de ansiedade com humor e a dose certa de loucura.
Crítica de Livros

David Machado em três atos

Depois do premiado "Índice Médio de Felicidade", David Machado regressa ao romance e divide "Debaixo da Pele" em três histórias que, no fundo, giram todas à volta da mesma infância.
Crítica de Livros

Nelson Rodrigues e a nostalgia da prostituta

"O Casamento" é o único romance escrito por Nelson Rodrigues e as personagens do autor brasileiro falam como se fossem arautos da moral, como se fossem profetas.
Crítica de Livros

Artur Pastor, o homem da Rolleiflex

O espólio fotográfico de Artur Pastor é constituído por mais de 10 mil imagens e muitas são dedicadas ao mar. É esse fascínio que aparece agora em livro e numa exposição no Museu Marítimo de Ílhavo.
Crítica de Livros

O romantismo patriótico-satírico de Gogol

A estranheza de "Tarass Bulba" fez a que muitas das coisas que foram escritas sobre este conto de Gogol consistam apenas num arremessar de chavões bem-sonantes. João Pedro Vala dá-lhe cinco estrelas.
Crítica de Livros

Sol, artesanato e política

"A Bem da Nação", de Cândida Cadavez, soube entender a acuidade das relações entre o turismo e a política, mas perde por só ser publicado, quatro anos depois de estar concluído.
Crítica de Livros

Ajuste de contas ou a história às três pancadas

"No que tem de interpretação histórica, ou psicológica, 'O último salazarista' não acrescenta nada de útil" escreve Miguel Freitas da Costa sobre o livro de Orlando Raimundo.
Crítica de Livros

Golgona Anghel e a poesia do entretanto

"Nadar na Piscina dos Pequenos" é "uma tentativa fértil e original de instaurar um tempo em que fugimos à sensação de que tudo findará", escreve Jorge Almeida.
Crítica de Livros

Agualusa e o seu sonho político cor-de-rosa

O novo livro de José Eduardo Agualusa, "A Sociedade dos Sonhadores Involuntários", até pode ser sólido, mas não significa que tenha algum peso. Carlos Maria Bobone não lhe dá mais do que 2 estrelas.
Crítica de Livros

Património mil folhas

Vasco Rosa escreve sobre duas revistas que abordam histórias de monumentos, restauro de edifícios nobres e fazem uma importante e distinta abordagem sobre o património cultural.
Crítica de Livros

Paul Beatty Contra os Estados Unidos da América

"O Vendido" é a história de um homem negro que não só tem um escravo como reinstala a segregação em Dickens, a sua cidade natal, sendo depois julgado por isso. João Pedro Vala dá-lhe cinco estrelas.
Crítica de Livros

Guedes de Carvalho e a literatura ligeira

"Guedes de Carvalho não é Chagas Freitas nem Joanne Harris; tem expressões estilísticas que denunciam uma vontade de escalar até à 'alta literatura'", escreve Carlos Maria Bobone.
Crítica de Livros

Orlando Ribeiro, o verdadeiro clássico moderno

Vasco Rosa escreve sobre um novo livro que salta as fronteiras das disciplinas científicas para "ampliar a paisagem humana, física e cultural deste geógrafo humanista".
Crítica de Livros

Não há outro bairro como o de Steinbeck

O romance "Bairro da Lata" é um poema, um fedor, um vício, uma nostalgia e um sonho, repleto de batoteiros que são mártires e de filhos da mãe que são homens bons, escreve Jorge Almeida.
Crítica de Livros

Churchill e a Europa: uma história por contar?

As ideias para um projeto europeu alimentadas pelo histórico primeiro ministro inglês não são segredo mas nunca até agora tinham sido tão bem documentadas, não como neste livro de Felix Klos.
Crítica de Livros

Paulo Varela Gomes Contra o Anjo do Senhor

“A Guerra de Samuel” é uma coleção póstuma de contos. Revela um escritor talentoso e uma prosa elegante, mas rapidamente o romancista é substituído pelo ensaísta e pelo mundo real.
Crítica de Livros

Lucy Barton. Querem-se mais narradoras assim

Imperfeita, atabalhoada, com falhas de memória e um irracional desejo de reconciliação com a mãe, Lucy Barton é uma força narrativa criada por Elizabeth Strout, vencedora de um Pulitzer em 2009.
Crítica de Livros

O mito de Gonçalo M. Tavares

Só com um verdadeiro talento é possível fazer literatura da linguagem anti-literária. O autor do novo "A mulher-sem-cabeça e o Homem-do-mau-olhado" conseguiu criar o estilo a partir da falta dele.
Crítica de Livros

O que mudou em Angola desde o século XIX

Condensar dois séculos de história em 200 páginas é um enorme desafio. O livro de David Birmingham consegue-o, com um "sentido interpretativo apurado", escreve Pedro Aires Oliveira.
Crítica de Livros

Bolaño e o espírito dos escritores malditos

"É possível ser original mas não é possível inventar de novo a originalidade", escreve Carlos Maria Bobone, que leu o romance póstumo do autor chileno que foi agora publicado em português.
Crítica de Livros

Metade homem, metade cavalo, à procura de Sião

Era uma vez um centauro judeu nascido no Brasil, uma história rara e brilhante. E era uma vez Moacyr Scliar, o médico-escritor que a escreveu em 1980 e que continua a ser uma referência.
Crítica de Livros

Aviso: coleccionadores de arte precisam-se

O livro de Adelaide Duarte traça um perfil do coleccionismo em Portugal, partindo dos casos de José-Augusto França, Manuel de Brito, Joe Berardo e António Cachola.
Crítica de Livros

D. Sebastião: é ele o nosso D. Juan

A reedição de "O Conquistador", de Almeida Faria, mostra que "o que vemos como um D. João sedutor de mulheres, amante de professoras e turistas, olha para si como um D.Sebastião".
Crítica de Livros

Trump, o exorcista

Sobre o livro "O Pacto Donald", uma análise das causas do triunfo do novo Presidente americano, Miguel Freitas da Costa escreve que "Nuno Rogeiro deixou poucas pedras por levantar".
Crítica de Livros

Mário de Carvalho no meio dos ventos da História

Não é a grandiosa síntese da Humanidade nem os raciocínios subtis que dão força ao romance "O Livro Grande de Tebas Navio e Mariana". O que o alimenta é a grandeza das suas ambições fracassadas.
Crítica de Livros

Como Aaron Schuman fez um livro que é um museu

Ao mesmo tempo que enaltece o papel decisivo da fotografia na construção de qualquer colecção etnográfica, "Folk" é uma homenagem à camaradagem incansável das gerações que fazem a "gente de um museu".
Crítica de Livros

Coração e pouco mais que sexo

O primeiro romance de Sérgio Godinho tem alguns truques de contador de histórias. Mas, escreve Carlos Maria Bobone, "canções destas já nós ouvimos – assim, no pretérito perfeito".
Crítica de Livros

Anne Tyler e as famílias sem nada de especial

Chamam-lhe cronista da vida doméstica e voltou à edição portuguesa com um romance que trata precisamente de vidas comuns. Anne Tyler desembaraça os fios de três gerações em "O Carrinho de Linha Azul".
Crítica de Livros

De Beirute a Tripoli: o valor das pequenas coisas

O novo fotolivro de Carlos Lobo, "The Dew of Little Things", é um retrato de duas cidades no meio de guerras, entre a história de toda uma região e um momento específico captado de forma única.
Crítica de Livros

Lenine e a “Primavera Russa”

Há livros de História que valem não só pelo que tentam esclarecer no passado, mas também, pelos avisos nele contidos quanto ao futuro. Um deles é "Lenine no Comboio", de Catherine Merridale.
Crítica de Livros

A avó, o capitalismo, o reich e a neve russa

João Reis parece querer, com este romance, explorar uma nova perspectiva que lhe permita observar a realidade como se visse o mundo pela primeira vez, mas os resultados são muito díspares.
Crítica de Livros

A vida que a morte não tirou a Bauman

Tudo neste livro, "A Arte da Vida", trata do problema do desejo como o que realmente é, não de hormonas ou saudades dos pais. Zygmunt Bauman assinou aqui um antídoto contra a modernidade líquida.
Crítica de Livros

A boa arte da controvérsia

"Arte Portuguesa no Século XX" escapa à rotina habitual em publicações deste género, escreve Vasco Rosa, mas no livro de Bernardo Pinto de Almeida também há ausências e faltas.
Crítica de Livros

Eduardo Mendoza: graça, demasiada graça

Em "O Segredo da Modelo Perdida", o autor espanhol decidiu fazer comédia em todos os planos: na linguagem, no enredo e até nas personagens. A junção, porém, nem sempre resulta.
Crítica de Livros

A ditadura da revolução

Miguel Freitas da Costa escreve sobre o novo livro de José Luís Andrade, que tem aqui o grande mérito de certificar-se dos factos nas histórias paralelas entre Portugal e Espanha dos anos 20 e 30.
Crítica de Livros

O genial jogo das escondidas de Teresa Veiga

Ler as novelas que compõem "O Último Amante" é como alugar a casa do outro lado da rua para procurar ver o que os portões e os muros não permitem.
Crítica de Livros

Agustina: um tríptico monumental

Uma nova edição em três volumes reúne escritos dispersos de Agustina Bessa-Luís. Obra de fôlego que parece encaminhar-nos, inevitavelmente, para uma leitura feita de fascínios.
Crítica de Livros

"O Cartel": haverá sangue, tem de haver

Num livro que tem milhões de leitores nos Estados Unidos, há passagens que espelham uma certa visão americana que está agora muito em evidência. Pós-verdades?
Crítica de Livros

Jorge dos Reis: um certo tipo português

Vasco Rosa escreve sobre o livro-caderno que reúne o trabalho de criação de 20 tipos de letra por um dos mais destacados nomes desta arte.
Crítica de Livros

José Gil. A visão do rei nu

Em "Ritmos e Visões" fica por esclarecer se o filósofo quis escrever um livro sobre Fernando Pessoa, se quis que Fernando Pessoa tivesse escrito vários livros sobre as suas teses.
Crítica de Livros

Goethe e o efeito dominó

João Pedro Vala regressa a "As Afinidades Electivas", livro que aborda a relação de uma casal como algo maior que uma existência terrena, um projecto muito mais longo de singular.
Crítica de Livros

Fernando Assis Pacheco: este artista é português

Perto da data em que faria 80 anos (1 de fevereiro) é publicado “Tenho Cinco Minutos para Contar uma História”, com textos das crónicas emitidas na RDP. Nuno Costa Santos recorda a arte do autor.
Crítica de Livros

James Hogg é o melhor amigo do diabo

O clássico do autor escocês é reeditado para descer ao inferno e mostrar um demónio que atrai e repele ao mesmo tempo, numa linguagem perfeita. Carlos Maria Bobone dá-lhe cinco estrelas.
Crítica de Livros

Gertrude Sein: uma americana em Paris

A propósito da reedição de "Paris França", Miguel Freitas da Costa recorda um livro que é "uma boa maneira de ser apresentado sem dor ao peculiar estilo dessa figura tutelar da ‘geração perdida'".

Só mais um passo

Ligue-se agora via

Facebook Google

Não publicamos nada no seu perfil sem a sua autorização. Ao registar-se está a aceitar os Termos e Condições e a Política de Privacidade.

E tenha acesso a

  • Comentários - Dê a sua opinião e participe nos debates
  • Alertas - Siga os tópicos, autores e programas que quer acompanhar
  • Guardados - Guarde os artigos para ler mais tarde, sincronizado com a app
  • Histórico - Lista cronológica dos artigos que leu unificada entre app e site